Fronteira Brasil-Paraguai ganhará duas novas pontes

Quando as novas estruturas forem inauguradas, Ponte da Amizade será exclusiva para veículos leves e ônibus de turismo

ponte estaiada
Projeção de como ficará a ponte estaiada que ligará Foz do Iguaçu, no Brasil, a Puerto Presidente Franco, no Paraguai
Crédito: Itaipu Binacional

Dia 21 de dezembro de 2018 foi assinado o termo que autoriza a construção de duas novas pontes entre o Brasil e o Paraguai. Uma das novas estruturas ligará Foz do Iguaçu-PR, do lado brasileiro, a Puerto Presidente Franco, em território paraguaio. O empreendimento ficará distante cerca de 8 quilômetros da Ponte da Amizade, inaugurada há 53 anos, e hoje a principal ligação rodoviária entre os dois países.

A outra ponte será construída entre a cidade de Porto Murtinho, em Mato Grosso do Sul, e Carmelo Peralta, no Paraguai. As duas estruturas serão financiadas pela Itaipu Binacional.  A parte brasileira custeará a ponte em Foz do Iguaçu. Já a gestão paraguaia da hidrelétrica vai financiar a ponte na divisa com o Mato Grosso do Sul. A previsão é de que as obras tenham início ainda em 2019. O prazo de conclusão é de 3 anos.

A ponte entre Foz de Iguaçu e Puerto Presidente Franco tem orçamento e já foi licitada e contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit). Custará 302,5 milhões de reais. Além da estrutura sobre o rio Paraná será construído um anel viário de 15 quilômetros – o Perimetral Leste -, que ligará a nova ponte com a BR 277 e a aduana da Argentina. Essa obra está estimada em 104 milhões de reais, e também será bancada pela Itaipu Binacional.

O projeto da ponte entre Foz de Iguaçu e Puerto Presidente Franco – vizinho a Ciudad del Este – prevê que ela seja estaiada, com duas torres de sustentação de 120 metros de altura, e tabuleiro em concreto protendido. A pista será simples, com 3,70 metros de largura, e acostamento de 3 metros, além de calçada de 1,70 metro. A ponte terá extensão de 760 metros, com vão livre de 470 metros. A estimativa é que as obras comecem em março de 2019.

Itaipu Binacional tem prerrogativas para custear obras de infraestrutura

Já o projeto ligando Porto Murtinho e Carmelo Peralta será integrado ao Corredor Rodoviário Oceânico, que pretende começar na região centro-oeste do Brasil, atravessar o Paraguai de leste a oeste e se conectar com o norte do Chile, criando uma saída do Brasil para o Oceano Pacífico. Essa ponte vai transpassar o rio Paraguai e terá as mesmas características arquitetônicas da que será erguida em Foz do Iguaçu. O orçamento também é semelhante.

A Itaipu Binacional poderá custear as obras baseada em atos constitutivos criados desde a sua fundação, em 1974. Eles permitem que a empresa invista recursos em projetos que objetivam desenvolver infraestruturas relacionadas ao bem-estar da comunidade local e ao desenvolvimento regional dos 16 municípios (15 paranaenses e 1 sul-matogrossense) que tiveram áreas alagadas para a formação do reservatório. O governo brasileiro também avalizou os projetos através de parecer da Advocacia-Geral da União (AGU), assinado no dia 17 de dezembro de 2018. 

Quando a nova ponte ficar pronta, a Ponte da Amizade será usada apenas por veículos menores e ônibus de turismo. Inaugurada em 1965, a estrutura em concreto armado recebe atualmente fluxo diário de 1.600 veículos, incluindo caminhões.

Entrevistados
Departamento Nacional de Infraestrutura (Dnit) e Itaipu Binacional
(via assessorias de imprensa)

Contatos
imprensa@itaipu.gov.br
imprensa@dnit.gov.br

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo