Sustentabilidade é tema de encontro internacional

Veja na matéria a opinião dos participantes da Sisau 2010 sobre o evento.

Simpósio amplia as fronteiras entre teoria e prática com o debate entre mestres e estudantes

por: Michel Mello
O Sisau 2010 contou com a presença de profissionais e estudantes do setor da construção civil

O tema sustentabilidade é premissa urgente em obras e edificações por todo o país. No segundo Simpósio Internacional de Sustentabilidade em Arquitetura e Urbanismo – Sisau 2010, promovido pela Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura – AsBEA, e que acontece simultaneamente nas capitais do sul do país, entre os dias 05 e 07 de outubro, profissionais de renome vieram debater pautas relacionadas ao assunto e de relevada importância para engenheiros, arquitetos, estudantes, professores e demais interessados no tema. Todos na busca por uma arquitetura realmente sustentável.

Para a estudante, Katerine Heim Weber, do 4º ano de arquitetura da Universidade Positivo, é muito importante debater o futuro da arquitetura e aplicar elementos da arquitetura sustentável. “Com certeza irei desenvolver projetos sob uma nova perspectiva após esse evento”, afirma Katerine. Ela participou da primeira edição do simpósio em 2009 e afirma que participará sempre que puder.

A professora, Marcia Keiko Ono Adriazola, que ministra aulas da disciplina de projetos no Departamento de Arquitetura da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR, levantou a importância da sustentabilidade no meio acadêmico, principalmente, no setor de arquitetura e urbanismo: “não só já existem leis federais que versam sobre a sustentabilidade, mas nós, da UTFPR, estamos tentando implantar diversas ações neste sentido, como reutilizar a água da chuva e elaborar projetos com teto verde, além do programa de gerenciamento de resíduos sólidos que já existe na Universidade”, afirma.

Segundo ela, os alunos demonstram grande interesse pelo tema de sustentabilidade, um interesse que já vem de casa: “a nossa geração foi ensinada a separar o lixo, já a juventude de hoje tem uma preocupação quase que natural com o meio ambiente”, complementa.

Já o profissional de gestão comercial, Leonardo Cordeiro Neto, acredita que a sustentabilidade em projetos e o reaproveitamento dos materiais são urgentes, devido à escassez das matérias-primas. “É importante criar novos conceitos e implantá-los em canteiros de obras no país”, destaca.

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo