Itambé sela convênio com a UTFPR

Indústria abre suas portas para contribuir na formação de engenheiros e universidade ajuda na busca de inovações na área de cimento e concreto.

Indústria abre suas portas para contribuir na formação de novos engenheiros e universidade ajuda na busca de inovações na área de cimento e concreto

Por: Altair Santos

O sucesso do convênio com a Universidade Federal do Paraná (UFPR) levou a Cia. de Cimento Itambé a selar, no início de 2011, acordo semelhante com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Essa parceria permite que a indústria participe na formação dos alunos dos cursos de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, além do técnico em Edificações – vinculado ao ensino médio.  “Ele abrange todas as disciplinas relacionadas a materiais de construção, independentemente do período. Assim, o aluno, ao concluir o curso, terá um embasamento consolidado sobre a utilização do cimento e do concreto”, explica o engenheiro Jorge Aoki, gerente de assessoria técnica da Itambé.

Campus da UTFPR, em Curitiba: universidade é a segunda a firmar convênio com a Itambé.

O convênio permite que os estudantes façam visitas técnicas à fábrica e à jazida da indústria, além de possibilitar que o corpo técnico da Itambé preste assessoramento ao departamento de construção civil da UTFPR, através de palestras e coparticipação nas aulas de laboratório. O acordo também viabiliza o fornecimento de insumos para pesquisas dos programas de mestrado e iniciação científica. “Trata-se de uma via de mão dupla. A Itambé abre para os estudantes a possibilidade de conviver com o dia a dia de uma indústria, com o mercado industrial e com as demandas do consumidor, enquanto a universidade pode contribuir com a empresa no desenvolvimento de inovações”, avalia Cezar Augusto Romano, chefe do departamento da construção civil da UTFPR.

O convênio, no entender da universidade, também pode ajudar na identificação de talentos. “Isso estimula o surgimento de profissionais com alta capacitação”, diz Romano. Para a Itambé, além de ajudar na qualificação dos estudantes, o acordo tem um forte apelo institucional.  “Isso fortalece a marca da companhia junto aos futuros engenheiros”, diz Jorge Aoki, lembrando que o sucesso do convênio já faz a Itambé receber propostas até de universidades de fora do Paraná. “É a demonstração da importância deste tipo de parceria. No caso da UFPR, ela vai completar quatro anos. Com a UTFPR, queremos que seja duradoura também”, afirmou.

Cursos
No Sistema de Seleção Unificada (Sisu) realizado em 2010, o curso mais concorrido da UTFPR foi o de Arquitetura e Urbanismo, do Campus Curitiba, com 55,84 candidatos disputando uma vaga. Já com relação às notas de corte, a mais alta foi registrada no curso de Engenharia Civil, do Campus Curitiba: 758,58, seguida de Engenharia Mecânica (Campus Curitiba), com 747,7, e Arquitetura e Urbanismo (Campus Curitiba), com 745,32.

Fundada em 1909, a UTFPR nasceu como Escola de Aprendizes Artífices. Depois passou por várias transformações: Liceu Industrial do Paraná, em 1937; Escola Técnica de Curitiba, em 1942; Escola Técnica Federal do Paraná, em 1959; Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná (Cefet), em 1978; e Universidade Tecnológica Federal do Paraná, em 2005. Com a transformação, a UTFPR se tornou a primeira e única universidade federal com vocação para a área de tecnologia do País.
Hoje, a Universidade Tecnológica está presente em 11 cidades do Paraná (Apucarana, Campo Mourão, Cornélio Procópio, Curitiba, Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Londrina, Medianeira, Pato Branco, Ponta Grossa e Toledo), ofertando 77 cursos de graduação, 22 cursos técnicos, 12 cursos de mestrado e dois de doutorado, além de mais de 60 especializações.

Entrevistados:
Jorge Aoki, gerente de Assessoria Técnica da Itambé
César Augusto Romano, chefe do departamento da construção civil da UTFPR

Currículo
Natural de Curitiba-PR, é graduado (1977) em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e Licenciado (1990) em Formação de Professores de Disciplinas Especializadas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, com mestrado (2000) e doutorado (2005) em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). É Professor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desde 1979 (Associado-3). Diretor do Campus Medianeira da UTFPR (1992-1996) e Vice-Reitor da UTFPR (1996-2002), atualmente é Chefe do Departamento Acadêmico de Construção Civil do Campus Curitiba e Conselheiro do Conselho de Ensino, Pesquisa e Pós-Graduação (COEPP) e do Conselho Universitário (COUNI) da UTFPR. Tem experiência nas áreas de Construção Civil e Administração, atuando principalmente nos temas: estratégia, planejamento, gestão, qualidade e inovação.
Contato: caromano@utfpr.edu.br

Crédito: Divulgação/UTFPR

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo