Alunos de engenharia civil vistoriam viadutos e pontes

Estudantes de 8 universidades vão inspecionar 764 estruturas de Brasília e cidades-satélites do Distrito Federal

Alunos de engenharia civil vistoriam viadutos e pontes

Alunos de engenharia civil vistoriam viadutos e pontes 1024 768 Cimento Itambé
Graduandos dos cursos de 8 universidades do DF participam da parceria para vistoriar obras de arte da capital federal e das cidades-satélites. Crédito: SODF

Graduandos dos cursos de 8 universidades do DF participam da parceria para vistoriar obras de arte da capital federal e das cidades-satélites.
Crédito: SODF

No Distrito Federal, estudantes de cursos de engenharia civil de 8 universidades vão vistoriar pontes e viadutos. A atuação dos alunos será supervisionada por professores e organismos como o CREA-DF. O acordo faz parte de uma ação do governo do DF para evitar novas quedas de estruturas, como a que aconteceu em fevereiro de 2018, quando um viaduto na região conhecida como Eixinho desmoronou sobre carros na área central de Brasília. A meta é adotar um plano de prevenção. “Não será uma vistoria única. A ideia é que elas sejam realizadas continuamente, com a parceria das universidades”, diz o secretário de obras do DF, Izídio Santos Júnior.

Serão vistoriadas 764 pontes e viadutos de Brasília e cidades-satélites que formam o Distrito Federal, além de 56 travessias de pedestres. Para o secretário de obras, a assinatura do termo de cooperação com instituições de ensino superior representa o engajamento da sociedade na preservação do patrimônio público. “Esses estudantes têm a oportunidade ímpar de criar a cultura de manutenção. Não queremos realizar apenas vistorias, produzir documentos e engavetá-los. A gente quer fazer engenharia, e para fazer engenharia precisamos de profissionais capacitados, capazes de produzir bons relatórios técnicos para que avancemos de fato na manutenção dessas obras de arte”, pontua.

Participam do acordo as seguintes universidades do DF: Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), Universidade Católica de Brasília (UCB), Universidade Paulista (Unip), Centro Universitário Planalto do Distrito Federal (Uniplan), Centro Universitário Unieuro, Instituto Federal de Brasília (IFB), Centro Universitário do Planalto Central Apparecido dos Santos (Uniceplac) e Centro Universitário do DF (UDF). “Sem essa parceria, dificilmente conseguiríamos vencer o desafio de vistoriar essa quantidade de obras de artes especiais. Esse trabalho vai possibilitar ao governo priorizar demandas emergenciais. E não seremos surpreendidos com desastres”, afirma a presidente do CREA-DF, Fátima Có.

Parceria envolve alunos do 9º e do 10º períodos dos cursos de engenharia civil do DF

O projeto foi idealizado pelo professor do UniCEUB, João Bosco Ribeiro.  “Levei a ideia, e a sensibilidade do governo com o projeto foi fundamental para chegarmos até aqui. Várias universidades se prontificaram a ajudar sem nenhum custo. Estamos promovendo uma sinergia entre governo, instituições educacionais e cidadãos. É um projeto inédito no país. Ganha o GDF (Governo do Distrito Federal) com mão de obra qualificada e ganham os alunos que podem praticar o que aprenderam em sala de aula”, observa. Vão integrar o projeto alunos do 9º e do 10º períodos dos cursos de engenharia civil das universidades que assinaram a parceria.

Do lado governamental e de organismos ligados à construção civil de Brasília, participam a secretaria de obra do GDF, Novacap, CREA-DF, DER-DF, Defesa Civil, Clube de Engenharia de Brasília (CenB), Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal (Codese-DF),  Metrô-DF e DF Legal.

Entrevistado
Secretaria de Estado de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal (SODF) (via assessoria de imprensa)

Contato
ascomobrasdf@gmail.com

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil