Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Tufão testa, e aprova, amortecedor mais famoso do mundo

Inovação, Novas Tecnologias 17 de setembro de 2015

Fenômeno com ventos de até 210 km/h atingiu o edifício Taipei 101, em agosto de 2015, e esfera de aço de 720 toneladas neutralizou risco de danos

Por: Altair Santos

O Taipei 101, inaugurado em 1999 na capital de Taiwan, é um dos edifícios que mais desperta a curiosidade de engenheiros e projetistas em todo o mundo. Motivo: o amortecedor de massa instalado no prédio é totalmente inovador. Para neutralizar o balanço causado por fortes ventos – típico do clima da região -, e eventuais terremotos, o projeto do arranha-céu de 508 metros de altura previu a instalação de uma enorme esfera de aço de 720 toneladas, localizada no núcleo da edificação – entre o 87º e 92º andares. O objetivo é compensar as forças externas que busquem inclinar o Taipei 101.

Amortecedor de massa do Taipei 101: localizado entre 87º e 92º andares, ele compensa as forças externas que queiram inclinar o arranha-céu

Amortecedor de massa do Taipei 101: localizado entre 87º e 92º andares, ele compensa as forças externas que queiram inclinar o arranha-céu

A peça sempre atraiu visitas técnicas de delegações de vários países, mas agora tem chamado ainda mais a atenção. No começo de agosto, a estrutura comprovou sua eficácia ao anular os efeitos do tufão Soudelor. O fenômeno passou por Taiwan com ventos de 210 km/h, e o edifício estava em sua rota. No entanto, o arranha-céu manteve-se intacto, pois o amortecedor cumpriu a função de compensar as forças externas, empurrando o prédio na direção contrária à do vento. O deslocamento da esfera, superior a 90 centímetros, manteve o edifício em posição estática.

O Taipei 101 também já passou no teste dos terremotos. Em 2002, um tremor de 6,8 graus na escala Richter balançou a edificação, mas os danos foram minimizados pelo amortecedor de massa. Em 2008, o tremor foi mais suave: 5 graus. Todos deixaram o prédio ileso, porque o arranha-céu foi projetado para suportar terremotos de até 7 graus e ventos com velocidade superior a 450 km/h. As dimensões do amortecedor de massa foram concebidas para atender essas especificações e também para se adequar ao peso do Taipei 101, que até 2004 foi o prédio mais alto do mundo.

Construído com estrutura mista de concreto e vigas de aço, o arranha-céu pesa 700.000 toneladas. Assentado sobre uma falha geológica, o Taipei 101 foi projetado pelo arquiteto e engenheiro chinês C. P. Wang, que o concebeu inspirado no bambu. A planta é conhecida pela sua capacidade de envergar sem quebrar. Seu segredo está nas seções ocas, articuladas por pequenos tubos. Seguindo essa lógica, o edifício possui treliças horizontais gigantes, armadas a cada oito andares. Essas estruturas, combinadas com o amortecedor de massa, dão ao edifício a flexibilidade necessária para suportar ventos e tremores.

Taipei 101: arquiteto chinês inspirou-se no bambu para dar flexibilidade às estruturas de concreto e aço

Taipei 101: arquiteto chinês inspirou-se no bambu para dar flexibilidade às estruturas de concreto e aço

Informações técnicas do Taipei 101

Arquitetura e projeto: CYLee & Partners
Engenheiro estrutural : Shaw Shieh
Altura: 508 metros
Andares: 101
Desempenho do concreto: 70 MPa
Peso do amortecedor de massa: 720 toneladas
Quantidade de aço: 106 mil toneladas
Quantidade de concreto: 41 mil m³ (23 mil m³ só para o radier e os 382 pilares com 1,5 metro de diâmetro cada um, que estão fincados a 60 metros de profundidade)

Veja vídeo de como funciona o amortecedor de massa do Taipei 101:

Entrevistado
Escritório de arquitetura C.Y. Lee & Partners, Architects & Planners (via assessoria de imprensa)
Contato: info@mail.cylee.com

Créditos Fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também:

2 Comentários