Decoração se rende aos pisos e revestimentos cimentícios

Piso cimentício para interiores pode receber texturas como a madeira.

Decoração se rende aos pisos e revestimentos cimentícios

Decoração se rende aos pisos e revestimentos cimentícios 591 394 Cimento Itambé

Investimento em pesquisa e tecnologia agrega sofisticação ao concreto arquitetônico e permite simulação de outros materiais, como a madeira

Por: Altair Santos

O piso cimentício saiu do chão da fábrica para se instalar em shopping centers, hospitais, universidades, ambientes de escritório, e chegou à beira da piscina. Agora, com maciço investimento dos fabricantes em pesquisa e tecnologia, foi convidado a entrar em casa. E o faz com grande estilo. A ponto de ter conquistado os arquitetos de interiores. Principalmente por que os produtos ganharam sofisticação e capacidade de se transmutar, recebendo texturas que imitam do porcelanato à madeira, e com uma vantagem: são muito mais resistentes. “Os produtos à base de concreto arquitetônico apresentam a mesma propriedade do concreto, ou seja, alta resistência mecânica e extensa durabilidade, desde que instalados conforme as instruções”, explica a designer de produtos Mariana Favaron.

Piso cimentício para interiores pode receber texturas como a madeira.

Segundo a especialista, os arquitetos de interiores, quando optam por usar os pisos e revestimentos cimentícios, o fazem também para diferenciar seus projetos e personalizar o resultado. “Como os produtos têm diversas opções de acabamento e cores, eles servem para gerar ambientes inovadores, sejam em projetos residenciais ou corporativos”, afirma Mariana Favaron, lembrando também que as características técnicas do material também ampliaram sua participação no mercado. “Há produtos específicos para ambientes internos e externos. Eles atendem exigências como baixa transferência térmica, alta durabilidade e propriedades antiderrapantes. A qualidade tecnológica do concreto arquitetônico fabricado no Brasil atingiu um padrão de excelência”, elogia a designer.

Outra virtude dos pisos e revestimentos cimentícios é que eles ganharam competitividade na relação custo-benefício, em comparação com cerâmicas e porcelanatos. “Isso é resultado do investimento dos fabricantes em pesquisas de materiais de superfície. Chegou-se a um nível em que o concreto arquitetônico está cada vez mais resistente e moldável, permitindo a criação de inúmeras formas, com designs cada vez mais inovadores. Houve também o refinamento do acabamento final e, consequentemente, o mercado de decoração hoje o adota como uma tendência”, complementa Mariana Favaron. Entre os que dão preferência aos pisos e revestimentos cimentícios estão os arquitetos que constroem com base nas certificações de sustentabilidade, como LEED e AQUA.

Revestimentos cimentícios também podem ser usados na decoração de paredes.

Os tipos de cimento mais utilizados na fabricação de pisos e revestimentos cimentícios são os do tipo II (NBR 11578 – Cimento Portland composto), embora outros tipos também possam ser utilizados mediante dosagens adequadas. A Cia. de Cimento Itambé fabrica os tipos CP II-F-32 e CP II-Z-32. Outro item importante na qualidade do material é a mão de obra especializada. Boa parte dos fabricantes disponibiliza o serviço e não recomenda que o consumidor faça a instalação ou contrate profissionais que não tenham familiaridade com pisos e revestimentos cimentícios. Outro alerta é quanto à utilização de equipamentos e produtos para fixar e impermeabilizar as peças. “Desde que respeitados os procedimentos de instalação e conservação, os pisos e revestimentos cimentícios raramente apresentam problemas de durabilidade”, conclui Mariana Favaron.

Entrevistada
Mariana Favaron, designer de produtos
Currículo
– Mariana Favaron é designer de produtos, com especialização em marketing na ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing)
– Com 34 anos, já está à frente do departamento de marketing da Castelatto há 6 anos
Contato: contato@coevcomunicacao.com.br

Créditos fotos: Divulgação / Castelatto

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil