Tecnologia 3D chega às pavimentadoras de concreto

Evolução dos equipamentos faz com que o pavimento em concreto se torne capaz de enfrentar a cultura do asfalto

Tecnologia 3D chega às pavimentadoras de concreto

Tecnologia 3D chega às pavimentadoras de concreto 1024 683 Cimento Itambé
Construtoras que tratam seus profissionais como investimento superam o mito de que mão de obra especializada encarece a obra Crédito: Banco de Imagens

Construtoras que tratam seus profissionais como investimento superam o mito de que mão de obra especializada encarece a obra
Crédito: Banco de Imagens

As pavimentadoras de concreto são as que mais têm absorvido tecnologias associadas à indústria 4.0 (robótica) e à impressão 3D em concreto. Além de um pavimento de melhor qualidade, os equipamentos perseguem também a redução de custo por hora de operação, eliminando etapas que antes obrigavam o emprego de mão de obra. Pavimentadoras mais compactas e que facilitam o transporte também já são realidade no mercado internacional.

A versatilidade das máquinas da nova geração também impressiona. Algumas conseguem monitorar o processo de cura do concreto e controlar a qualidade da textura do pavimento, para que o tráfego seja mais confortável aos veículos. Outro avanço no segmento é observado nas pavimentadoras de calçadas. “Os equipamentos realmente estão conseguindo fazer com que o pavimento em concreto se torne um competidor capaz de enfrentar a cultura do asfalto, e vencê-la”, diz Mark Snyder, presidente da International Society for Concrete Pavements (Sociedade Internacional do Pavimento de Concreto).

Os projetistas das novas pavimentadoras que chegam ao mercado se inspiram no filme “Transformers”. São máquinas que, quando em operação, podem ganhar um aumento de até 7 metros a mais que seu dimensionamento original. Isso permite que elas pavimentem rodovias que vão de 4 metros a 18 metros de largura. Porém, quando rebatidas para serem transportadas, as pavimentadoras ganham dimensões bem menores: 10,5 m de comprimento, 3,5 m de largura e 3,1 m de altura.

Apesar das indústrias norte-americanas e europeias dominarem o setor de pavimentadoras de concreto, com marcas como GOMACO, Guntert & Zimmerman, Power Curbers, Terex e a alemã Wirtgen, a Cingapura entrou na concorrência com a marca TRXBuild e apresentou uma inovação na recente edição da bauma China – feira de equipamentos para a construção civil. Trata-se de máquina exclusiva para pontes e viadutos, capaz de pavimentar lajes de 3,4 metros a 6 metros de largura, com a espessura podendo chegar a 350 milímetros.   

Estados Unidos e Ásia são os maiores mercados para as pavimentadoras de concreto

Atualmente, Estados Unidos e Ásia são os maiores mercados para a venda de pavimentadoras de concreto. CEOs de algumas das principais fabricantes confirmam que as duas regiões estimulam a busca de novas tecnologias. “Temos visto muita atividade na Ásia, bem como a demanda doméstica nos Estados Unidos. Isso acelera a competitividade e a busca por melhores tecnologias”, diz Stephen Bullock, da Power Curbers. “Se 2018 foi um ano muito bom para todos os fabricantes, o primeiro semestre de 2019 manteve o ritmo. O maior impulso vem da economia da América do Norte, seguida da Ásia”, reforça Kevin Klein, vice-presidente de engenharia, pesquisa e desenvolvimento da GOMACO.

Para os fabricantes, os empreiteiros também têm buscado a compra de máquinas novas para reduzir seus custos. Nos Estados Unidos, o valor por hora de operação de uma pavimentadora que utiliza fio de guia é 290 dólares (cerca de 1.120 reais). Já os equipamentos que pavimentam com tecnologia 3D baixam esse custo para 250 dólares (perto de 980 reais). O valor cai ainda mais quando a máquina incorpora outros recursos, como o controle de velocidade dos vibradores em relação à velocidade da pavimentação, o que também melhora a qualidade do pavimento.

Entrevistado
Reportagem com base em recente workshop promovido pela International Society for Concrete Pavements (Sociedade Internacional do Pavimento de Concreto)

Contato: exec@concretepavements.org

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil