Sambódromo evitou o caos no carnaval do Rio

Obra toda construída em concreto completa 25 anos. Um espetáculo auto-sustentável

Obra toda construída em concreto completa 25 anos. Um espetáculo auto-sustentável

Sambódromo do Rio: obra de concreto revolucionou o carnaval
Sambódromo do Rio: obra de concreto revolucionou o carnaval

A obra que revolucionou o carnaval no Brasil está completando 25 anos. O Sambódromo do Rio de Janeiro, idealizado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, não apenas transformou o desfile das escolas de samba, como tornou o evento um espetáculo auto-sustentável. Hoje, 200 países o veem pela televisão e são gerados 30 mil empregos fixos. Mas não é só isso. A construção de 700 metros de extensão e capacidade para 62 mil espectadores moldou-se ao longo deste quarto de século e virou também um exemplo de arquitetura sustentável. É o que defende a professora-adjunta da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Maria Cascão Ferreira de Almeida. “O sambódromo impediu o Rio de tornar-se um caos no carnaval. Não só organizou o desfile, como poupou o trânsito da cidade. Sob esse aspecto, a obra é amplamente benéfica”, avalia.

Antes do sambódromo, o desfile de escolas de samba ocorria na rua, com arquibancadas improvisadas e sem organização. O primeiro desfile oficial aconteceu em 1935, na antiga Praça Onze, onde ficou por mais de 30 anos. No fim da década de 1960, o espetáculo transferiu-se para a avenida Presidente Vargas e, depois, foi para a Marquês de Sapucaí. No mesmo local, em 1984, o ex-governador Leonel Brizola, estimulado pelo seu secretário da Cultura, o antropólogo Darcy Ribeiro, e pelo arquiteto Oscar Niemeyer, aprovou a construção do sambódromo todo em concreto. A obra foi polêmica. “Primeiro foi a questão arquitetônica, que continua polêmica até hoje. Outra alegação é que ela iria encurralar o trânsito no centro da cidade. Hoje se vê que a opção foi perfeita, não só pela durabilidade como pela acústica e pela sua funcionalidade. Durante o ano funciona ali uma escola pública. Além disso, por ser cortado por ruas, o sambódromo acabou desafogando o trânsito”, avalia a pesquisadora da UFRJ, Maria Laura Cavalcanti, autora do livro Carnaval carioca: dos bastidores ao desfile.

Erguido em 120 dias, e inaugurado em 2 de março de 1984, o sambódromo tem como marco a Praça da Apoteose. Para a engenheira Maria Cascão Ferreira de Almeida, Niemeyer foi feliz ao criar uma estrutura arquitetônica no final do projeto. “Se ele tivesse investido sua capacidade criativa em toda a obra, o foco do desfile seria desviado. Mas não, a arquitetura é simples e o desfile e a arquibancada cheia de gente é que valorizam a obra”, afirma. Bem sucedido, o sambódromo inspirou outras obras semelhantes. Em São Paulo, Niemeyer projetou uma obra de 530 metros de comprimento e capacidade para 26 mil pessoas.

Nesta construção, ele corrigiu falhas apresentadas no sambódromo do Rio, como pontos cegos – por isso fez uma extensão mais curta -, e criou uma pista antiinundação, com um sistema de drenagem diferente.

Niemeyer recebeu convite para projetar outros sambódromos pelo país, como o de Brasília, que em 2005 foi suspenso. Também na capital federal, o centenário arquiteto teve de desistir de erguer a Praça da Soberania. Agora, ele quer se lançar em outros desafios. Em 2010, ele foi convidado pelo carnavalesco Joãosinho para criar carros alegóricos para a Beija-Flor. Uma de suas peças poderá homenagear o Sambódromo. A construção, polêmica ou não, é um marco arquitetônico no Brasil.

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Tempestade Comunicação.



Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo