Porto de Santos receberá investimentos de R$ 20,53 bilhões até 2028

Implantação do túnel Santos-Guarujá e do Parque Valongo são alguns dos projetos contemplados

Investimentos no Porto de Santos passam de R$ 20 bilhões.
Crédito: Porto de Santos

Durante os próximos quatro anos, o Porto de Santos receberá R$ 20,53 bilhões em investimentos, sendo R$ 8,68 bilhões de recursos privados e R$ 11,85 bilhões de recursos públicos e de parcerias público-privadas (PPPs). O anúncio foi realizado no dia 11 de março na sede da Autoridade Portuária de Santos, com a presença do ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho

O plano de investimentos, referente ao período compreendido entre 2024 e 2028, contempla uma série de projetos que irão modernizar o complexo e aumentar a capacidade de transporte de cargas, entre outras melhorias. Rogério Santos, prefeito de Santos, ressaltou a importância desses investimentos. “São projetos importantes para a infraestrutura e para a economia do Brasil. Mas, mais do que isso, são projetos importantes para as pessoas, porque vão gerar empregos e oportunidade de empreender.”

O Porto de Santos é responsável por no mínimo 25% do comércio exterior brasileiro, de acordo com informações do site oficial, sendo o principal porto brasileiro em valores de carga movimentada e o maior complexo portuário da América Latina. Opera com ampla variedade de cargas, incluindo granéis sólidos, líquidos, carga geral solta, conteinerizada e cargas de projeto.

Confira alguns dos projetos para o Porto de Santos

Segundo dados enviados para o Massa Cinzenta pela assessoria de imprensa do Porto de Santos, de 2019 a 2023, foram investidos R$ 71,78 milhões em recursos públicos e PPPs, enquanto a previsão é de que esse número suba para R$ 11,85 bilhões, entre 2024 e 2028. Serão R$ 568,05 mi em 2024, R$ 2,08 bi em 2025, R$ 3,01 bi em 2026, R$ 3,14 bi em 2027 e R$ 3,06 bi em 2028.  

Silvio Costa Filho, ministro de Portos e Aeroportos, participou do anúncio dos investimentos.
Crédito: Pedro Cavalcante/APS

De acordo com a lista de projetos contemplados no Plano de Investimentos do Governo Federal para o Porto de Santos, o maior aporte financeiro será destinado à implantação do túnel Santos-Guarujá (R$ 5,13 bilhões). “Temos que acelerar os investimentos para fazer com que, de fato, essa obra saia do papel. Essa obra demorou mais de 100 anos para ser feita”, reforçou o ministro Silvio Costa Filho.

O projeto prevê a construção de um trecho submerso de 860 metros para ligar as cidades de Santos e Guarujá. Todos os dias, segundo o Governo do Estado de São Paulo, cerca de 78 mil pessoas utilizam as balsas disponibilizadas atualmente para o mesmo trajeto, enquanto aproximadamente 10 mil caminhões são obrigados a percorrer até 45 km para conseguir chegar ao outro lado.

Outro destaque será a criação do Parque Valongo (R$ 100 milhões), que tem como objetivo transformar áreas de antigos armazéns portuários do centro histórico em espaços de lazer e convivência, com realização de atividades esportivas e culturais. As obras da primeira fase do projeto já foram iniciadas em 2023, e a conclusão deverá ser no final de 2025, com a entrega de um boulevard ainda em 2024, em setembro.

A ideia também é promover a transferência do terminal de passageiros do Concais para a área do Valongo (R$ 1,4 bilhão), criando uma interligação com o parque.

Parque Valongo é um dos projetos previstos no orçamento.
Crédito: Raimundo Rosa/PMS

O cronograma prevê, ainda, uma dragagem de aprofundamento do canal de navegação para 16 metros (R$ 324,1 milhões), a implantação do sistema de monitoramento de tráfego de navios (com uso de tecnologia de ponta, incluindo drones), na ordem de R$ 169 milhões, além do reforço e recuperação estrutural dos berços de atracação da Ilha de Barnabé para aprofundamento (R$ 112,3 milhões).

Além disso, os investimentos irão viabilizar a criação de um estacionamento com monitoramento digital do deslocamento de caminhões no entorno, em uma área de 500 mil metros quadrados (R$ 800 milhões), e a repotencialização da Usina Hidrelétrica de Itatinga, incluindo a produção de hidrogênio verde (R$ 500 milhões). 

Por meio do Novo PAC, R$ 544 milhões serão destinados à construção da segunda etapa da Avenida Perimetral do porto em Guarujá, na margem esquerda, com obras de melhoria de acesso, segregação dos tráfegos urbano e portuário e eliminação de passagens em nível, enquanto outros R$ 25,8 milhões irão para a Avenida Perimetral da margem direita, em Santos, no trecho Alemoa, com a pavimentação de 580 metros de via e construção de canal de drenagem. 

Fontes
Porto de Santos
Prefeitura de Santos

Jornalista responsável
Fabiana Seragusa
Vogg Experience

A opinião dos entrevistados não reflete necessariamente a opinião da Cia. de Cimento Itambé. 



Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo