Brasil tem piso industrial de concreto premiado nos EUA

Obra construída pelo Grupo Zorzin, em parceria com a Concresul, ganha troféu Golden Trowel, na mais recente edição do World of Concrete

Obra construída pelo Grupo Zorzin, em parceria com a Concresul, ganha troféu Golden Trowel, na mais recente edição do World of Concrete

Por: Altair Santos

No World of Concrete 2015, uma obra brasileira ganhou reconhecimento internacional. Durante o evento recentemente ocorrido em Las Vegas, nos Estados Unidos, o piso industrial de concreto desenvolvido para o centro de distribuição do Grupo Tramontina, em Garibaldi-RS, conquistou o prêmio Golden Trowel, na categoria planicidade e nivelamento. O troféu contempla o trabalho do Grupo Zorzin, da cidade de Getúlio Vargas-RS. “Concorrer com obras do mundo todo, e obter a premiação, demonstra que estamos capacitados e seguindo as tendências tecnológicas internacionais para atender os altos padrões de exigência no que se refere a pisos de alto desempenho”, diz Ivan Roberto Zorzin, diretor da empresa.

Piso construído no centro de distribuição do Grupo Tramontina, em Garibaldi-RS, bateu recorde mundial de nivelamento

O piso premiado teve como fornecedor de concreto a Concresul, também do Rio Grande do Sul, e que tem entre seus fornecedores a Cia. de Cimento Itambé. Para o engenheiro da concreteira de Bento Gonçalves-RS, Airton Fontanive, a premiação internacional tende a alavancar o mercado de pisos industriais. “O reconhecimento da qualidade do produto fabricado no Brasil virá através do aumento de demanda e da comprovação de que o setor nacional de pisos industriais possui tecnologia, fornecedores e equipamentos capazes de produzir com qualidade internacional”, atesta, completando que a sinergia dos vários setores envolvidos na fabricação do piso vencedor foi fundamental para a conquista.

O piso construído pelo Grupo Zorzin bateu o recorde mundial de nivelamento, na categoria “Narrow Strip”, alcançando índices técnicos de Ff 155.1 (planicidade)/Fl 125 (nivelamento). O recorde anterior era de 2011, com planicidade (Ff) de 183.6 e nivelamento (Fl) de 100,1, também de uma empresa brasileira: a GNP Construtora, de Campinas-SP. Tanto para Ivan Zorzin quanto para Airton Fontanive, as características do concreto foram decisivas para se alcançar patamares tão elevados de qualidade. “A resistência do concreto permitiu acabamento e durabilidade adequadas ao que exigia o projeto”, define Zorzin. O material usado no centro de distribuição do Grupo Tramontina precisou de especificações especiais.

Características técnicas
A particularidade da obra exigiu que houvesse reforço estrutural do piso, que foi projetado com as seguintes características:
Fibra de Vidro Estrutural Anti-Crak® HP 67/36, Álcali Resistente
– Módulo de Elasticidade > 72 GPa
– Resistência à Tração > 1.700 MPa
– Fator de Forma > 67
– Fibra da Owens Corning, que aumentou a resistência à flexão e ductilidade, adicionando dureza, resistência à fadiga e impacto ao concreto.

O engenheiro Airton Fontanive complementa ainda que, além das tradicionais especificações de resistência à compressão (fck) e resistência a tração na flexão (fctM,k) existiram especificações rígidas quanto ao tipo e o consumo de cimento por m³, módulo de elasticidade, consistência, fator água/cimento e quantidade de água por m³. “Todas essas atribuições influenciam na qualidade final de um piso de concreto, e elas envolvem soluções técnicas, projeto específico do piso, mão de obra qualificada, equipamentos, fornecedores e produtos de qualidade”, reitera Ivan Roberto Zorzin. A obra consumiu aproximadamente 2.900 m³ de concreto.

Antes de vencer o Golden Trowel, o piso executado pelo Grupo Zorzin também recebeu menção honrosa no 6º Prêmio ANAPRE de Planicidade e Nivelamento, disputado em 2014. A ANAPRE é a Associação Nacional de Pisos e Revestimentos de Alto Desempenho, da qual a Zorzin é filiada. A empresa tem 15 anos de atuação e experiência no segmento.

Entrevistados
Ivan Roberto Zorzin, gestor empresarial pela FGV-SP e diretor do Grupo Zorzin
– Engenheiro civil Airton Fontanive, responsável técnico da área de concreto da Concresul

Contatos
ivan@zorzin.com.br
airton@concresul.com

Créditos Fotos: Divulgação/Grupo Zorzin e Concresul

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

 



Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo