Material de construção ganha certificado nacional

Fundação Vanzolini lança o selo RGMat, para atender demanda do mercado e impulsionar as construções sustentáveis no país.

Fundação Vanzolini lança o selo RGMat, para atender demanda do mercado e impulsionar as construções sustentáveis no país

Por: Altair Santos

Responsável pela certificação AQUA (Alta Qualidade Ambiental) no Brasil, a Fundação Vanzolini passa a fornecer agora o primeiro certificado de sustentabilidade para materiais de construção do país. Com o selo RGMat, o objetivo é atender uma demanda do próprio mercado, que busca reposicionar seus produtos sobre os critérios de construção sustentável. “Hoje, o consumidor leva muito em conta se o material, além de conformidade e durabilidade, tem baixo impacto ambiental e adequação ao conforto e à saúde das pessoas. São esses os aspectos primordiais levados em conta para a concessão do selo RGMat“, explica o diretor de certificação da Fundação Vanzolini, Manuel Carlos Reis Martins.

Manuel Carlos Reis Martins: dois anos para elaborar o RGMat.

As normas do RGMat foram elaboradas em dois anos. O selo entrou em vigor em março de 2012 e passou por estudos e definições de critérios, como Avaliação do Ciclo de Vida (ACV). Neste caso, o produto só poderá requerer a certificação se preencher requisitos desde a extração mineral de matérias primas, passando por produção, transporte, montagem, utilização, manutenção e capacidade de reuso ou reciclagem. O RGMat segue parâmetros da ABNT NBR ISO 14024, que estabelece princípios e procedimentos para o desenvolvimento de programas de rotulagem ambiental. “O selo segue todas as normas internacionais e nacionais referentes à construção sustentável“, afirma o diretor da Fundação Vanzolini.

As principais referências para o RGMat foram sistemas de declarações ambientais para produtos da França (Inies) e da Alemanha (Institut Bauen und Umwelt e V.) que são específicos para produtos da construção civil. Outros sistemas também serviram de modelo, tais como o sueco (The International EPD system Sweden), o chinês (Environmental Certification Center of China State Environmental Protection China) e o japonês (JEMAI). A elaboração do selo contou também com o auxílio de softwares criados especificamente para a construção sustentável, como o BEES (Building for Environmental and Economic Sustainability) desenvolvido pelo NIST (National Institute of Standards and Technology).

Para os fabricantes interessados em requisitar o RGMat, a Fundação Vanzolini leva de 60 a 90 dias para a análise inicial e a elaboração das regras da categoria do produto, desde que nenhum similar dele já não tenha sido avaliado. Para conseguir o selo, o material de construção precisa comprovar sua avaliação do ciclo de vida e ter uma declaração ambiental. Em seguida, a Fundação Vanzolini verifica a declaração e, se ela atender aos critérios, emite o certificado e autoriza o uso da marca RGMat no produto em um prazo de 30 dias. “O selo pode ser impresso no produto ou na embalagem, bem como ser exibido nos pontos de venda e em todo material de divulgação. Além disso, a declaração ambiental de produto será incluída numa base de dados de livre acesso, podendo ser consultada por projetistas e consumidores que buscam o menor impacto ambiental em construções e reformas”, completa Manuel Carlos Reis Martins.

Saiba mais sobre o RGMat: Clique aqui

Qual o procedimento para requisitar o selo? Saiba mais

Entrevistado
Manuel Carlos Reis Martins, diretor de certificação da Fundação Vanzolini
Currículo
– Graduado em engenharia civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (1969)
– Possui mestrado e doutorado em fundações de plataformas pelo Imperial College London (1980)
– Já ocupou os cargos de diretor de engenharia civil e coordenador do programa de qualidade do IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas)
– Foi diretor de certificação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)
– Desde 1996 está na Fundação Vanzolini, como diretor de certificação
Contato: manuel.martins@vanzolinicert.org.br

Créditos foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo