Investir em capacitação é fundamental para garantir empregabilidade na construção

Último levantamento da CPRT indica que 90% das empresas têm dificuldade na contratação
20 de julho de 2023

Investir em capacitação é fundamental para garantir empregabilidade na construção

Investir em capacitação é fundamental para garantir empregabilidade na construção 1024 683 Cimento Itambé

Cerca de 90% das empresas do setor da construção dizem ter dificuldade de contratação de mão de obra. É isso o que mostra o último levantamento realizado pela Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT), da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em 2022. Em 2021, os dados indicavam 77%, ou seja, houve um aumento muito grande de um ano para outro.

Ainda segundo a última pesquisa, o maior problema é referente à contratação de funcionários de produção qualificada, principalmente em relação a pedreiros (82%), carpinteiros (78,7%), mestre de obras (74,7%) e encarregados (70%). Só para se ter uma ideia, o cargo com menor dificuldade de preenchimento de vagas é o de engenheiro (33,3%).

O levantamento também apontou que 72,67% das empresas participantes estão dispostas a custear a qualificação de seus empregados – e que a maioria (43,33%) considera que a melhor forma é por meio de aulas práticas e teóricas no próprio canteiro de obras, ministradas por escolas contratadas pelas empresas. 

Como essas ações nos próprios ambientes de trabalho nem sempre são possíveis, várias instituições oferecem cursos específicos e completos em diferentes áreas da construção civil, possibilitando que os trabalhadores se especializem e consigam aquele tão sonhado emprego – ou um crescimento profissional.

Cursos para especialização em todas as áreas

O Senai-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) é uma das principais opções quando o assunto é qualificação para a indústria da construção. De acordo com Vânia Aparecida Caneschi Oliveira, coordenadora do Senai-SP, a instituição oferece mais de 35 cursos nesta área. “Os mais procurados de Formação Inicial e Continuada são Instalação de Drywall, Assentador de Revestimento Cerâmico, Construtor de Alvenaria e Eletricista Instalador Residencial, entre outros”, afirma.

Cursos na área da construção ajudam na obtenção de emprego na área
Crédito: Envato

Sobre o perfil dos alunos que costumam procurar pelas aulas, Vânia diz que há diversos tipos de público. “Colaboradores de empresas, microempreendedores, profissionais autônomos, pessoas que buscam uma nova área ou mais um ramo de atuação.”

Outras opções de cursos disponíveis atualmente pelo Senai-SP, que englobam especificações diversas, são os de carpinteiro de estruturas de telhado, mestre de obras, instalação de sistemas de aquecimento solar, construtor de alvenaria e leitura e interpretação de desenhos e projetos de obras civil, entre várias sugestões.

“A construção civil não para e, essa é uma grande vantagem, pois sempre há trabalho”, avalia Vânia. “Quando não é obra nova, é reforma. Investir em capacitação faz com que o profissional seja certeiro no seu atendimento, garantindo a satisfação do cliente e a recomendação para novos trabalhos. E, para quem é funcionário, garante a sua empregabilidade e possibilita a ascensão profissional.”

Para continuar traçando um panorama da mão de obra na indústria da construção, a CPRT/CBIC já está preparando um novo levantamento para este ano, com base nas respostas e avaliações de empresas deste segmento. A nova pesquisa começou a ser realizada em maio, mas ainda não há previsão de quando os dados serão finalizados e divulgados.  

Fontes
Assessoria Senai-SP
Vânia Aparecida Caneschi Oliveira, coordenadora do Senai-SP
Comissão de Política de Relações Trabalhistas (CPRT)

Jornalista responsável
Fabiana Seragusa
Vogg Experience

20 de julho de 2023

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil