Concreto projetado possibilita túneis com grandes vãos

Material reforçado com fibras de aço é usado com sucesso na Austrália e torna-se opção para obras no Brasil
23 de setembro de 2020

Concreto projetado possibilita túneis com grandes vãos

Concreto projetado possibilita túneis com grandes vãos 1024 439 Cimento Itambé

Considerado uma das sumidades mundiais em engenharia de túneis, o brasileiro David Oliveira palestrou recentemente no 62º Congresso Brasileiro do Concreto, promovido pelo IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto). O evento aconteceu virtualmente por causa da pandemia de COVID-19 e, em sua exposição, o professor-doutor, que atualmente trabalha na Austrália, falou sobre a aplicação do concreto projetado reforçado com fibras de aço em túneis com grandes vãos.

Em Sydney, a maior cidade australiana, a tecnologia permite que novos complexos rodoviários tenham túneis com vãos de até 34 metros. “Ao estudar a geologia dos maciços rochosos, optou-se pelo revestimento primário e secundário com concreto projetado nessas obras”, diz David Oliveira. O processo aumenta a produtividade em túneis que utilizam a tecnologia de escavação conhecida como New Austrian Tunneling Method (NATM) e garante maior ductibilidade às paredes rochosas.

Supertúneis abertos em Sydney, na Austrália, têm o cronograma encurtado quando revestidos com concreto projetado com fibras de aço Crédito: iStock

Supertúneis abertos em Sydney, na Austrália, têm o cronograma encurtado quando revestidos com concreto projetado com fibras de aço
Crédito: iStock

Na Austrália, a opção pelo uso do concreto projetado com fibras de aço também tem crescido por ser uma operação mecanizada e que requer um número bem menor de mão de obra, expondo os trabalhadores a poucos riscos. O presidente do IBRACON, o professor-doutor Paulo Helene, que acompanhou a palestra de David Oliveira, disse que a tecnologia seria muito bem-vinda no Brasil, principalmente para acelerar as obras subterrâneas do metrô de São Paulo-SP e em outras metrópoles do país.

David Oliveira recomenda, porém, que se faça um estudo criterioso da geologia da rocha por onde irá passar o túnel, a fim de que o concreto projetado com fibras de aço possa ser utilizado sem nenhum risco. Principalmente se forem detectadas fraturas no maciço rochoso. Neste caso, explica, é feita a ancoragem com tirantes de aço perfurando pontos estratégicos da rocha, para garantir estabilidade. O professor-doutor revela que há softwares que facilitam esse tipo de estudo e asseguram ações mais precisas.

Em maciços rochosos estáveis, tecnologia é a mais barata e mais rápida para suportar túneis

Quando os maciços rochosos são estáveis, o uso de concreto projetado com fibras de aço é o sistema com menor custo e mais rápido para assegurar suporte ao túnel. “É óbvio que a seleção do suporte principal para a construção de um túnel requer planejamento cuidadoso e meticuloso. Mas quando pensamos em rapidez e em um suporte leve, o concreto projetado é a melhor opção”, revela o palestrante.

Entre os cases citados por David Oliveira está um túnel com junção em Y, que está em construção em Sydney, e que ficará pronto até 2022. De ponta a ponta, a escavação poderia abrigar um Boeing 737-300. “Em Sydney, por causa da boa qualidade da rocha, nosso foco está em dar suporte aos túneis com concreto projetado”, completa o engenheiro civil, com mais de 20 anos de experiência em estudos geológicos e escavações de túneis.

Nos anos 1950, a Austrália foi o primeiro país a usar o concreto projetado em obras de infraestrutura. O material é ideal para as seguintes intervenções:

– Revestimento de túneis e minas.
– Estabilização de taludes e encostas.
– Concretagem em áreas de difícil acesso ou muito altas.
– Execuções que não exigem fôrmas.
– Acabamentos arquitetônicos.
– Base para piscinas, obras de saneamento básico e paredes de retenção.

Entrevistado
Reportagem com base na palestra “Concreto projetado com fibras para revestimento de túneis: mitos e verdades”, do professor-doutor David Oliveira, no 62º Congresso Brasileiro do Concreto

Contato
office@ibracon.org.br

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil