Manutenção do imóvel começa na limpeza do pós-obra

Empresas especializadas detectam eventuais defeitos em construções e ensinam os proprietários a se adequar à Norma de Desempenho

Empresas especializadas detectam eventuais defeitos em construções e ensinam os proprietários a se adequar à Norma de Desempenho

Por: Altair Santos

O prédio está pronto, mas para liberá-lo para os futuros moradores é preciso que a construtora promova a limpeza pós-obra em cada uma das unidades e nas áreas comuns da edificação. O procedimento correto abre caminho para que o ciclo de vida da construção comece dentro dos padrões definidos pela boa engenharia. Resíduos de argamassa na parede ou restos de cimento no contrapiso podem, por exemplo, comprometer pinturas ou a colocação de pisos de madeira, cerâmicas ou porcelanatos.

Valdenice Marçal: Norma de Desempenho abriu um novo nicho para empresas especializadas em limpeza pós-obra

Há casos também em que defeitos na obra são identificados somente depois da limpeza integral do prédio. “Não é incomum detectar problemas durante a limpeza pós-obra. Após a remoção de poeiras e entulhos alguns defeitos podem aparecer. Por isso, durante a operação, mantemos um supervisor operacional em período integral coordenando e direcionando o trabalho da equipe. Ele é treinado com noções de construção civil e orientado a relatar os defeitos ao engenheiro responsável”, explica Valdenice Marçal, dona da Líder Limpeza Pós-Obra.

A limpeza de um edifício de cinco a dez pavimentos leva, em média, de 10 a 15 dias para que toda operação pós-obra seja realizada. “Primeiro, é removida a poeira, seguida da remoção de respingos de tinta, de gesso e de cimento em pisos frios e vidros. Também são limpos janelas, caixilhos, portas e batentes. Em seguida, a lavagem e a desinfecção de sanitários. O cliente final recebe o imóvel sem nenhum resquício de obra”, diz a empresária.

Norma de desempenho

Para esse tipo de limpeza pesada existem equipamentos apropriados, como máquinas de lavagem a seco, lavadoras de alta pressão e enceradeiras industriais, além de instrumentos próprios para limpeza. “É preciso também o emprego de mão de obra treinada. Por isso, as construtoras hoje preferem contratar empresas especializadas”, diz Valdenice Marçal, completando que a limpeza pós-obra é diferente de limpeza e conservação de ambientes. “Por isso, se faz necessário oferecer treinamento específico aos colaboradores.”

Limpeza pós-obra exige equipamentos específicos e mão de obra qualificada

A ABNT NBR 15575: 2013 – Edificações habitacionais – Desempenho – também mudou os procedimentos na limpeza pós-obra. As empresas contratadas são estimuladas pelas construtoras a detectar problemas, principalmente em paredes, pisos e janelas, que estão diretamente ligados aos desempenhos térmico e acústico. Além disso, passaram a continuar na obra, mesmo quando os moradores já estão habitando as unidades. O objetivo das construtoras é usá-las para orientar os moradores a realizar a manutenção correta dos imóveis – um dos itens da norma técnica. “Isso abriu outro nicho de trabalho para quem realiza limpeza pós-obra”, finaliza a especialista.

Entrevistada
Valdenice Marçal, empresária e dona da Líder Limpeza Pós-Obra
Contato:
valdenice@liderlimpeza.com

Na limpeza pós-obra, trabalhadores são treinados para procurar defeitos na construção e comunicar engenheiro responsável

Crédito Fotos: Divulgação/Líder Limpeza

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo