Já pensou em ter uma cozinha protagonizada pelo concreto?

Material não tem limitações de cor ou forma, o que permite criar design personalizado na peça-chave de uma casa

Concreto em cozinhas:
Concreto como elemento decorativo em cozinhas: sustentabilidade e facilidade de manutenção. Crédito: ConcreteNetwork

Recente relatório comportamental do mercado imobiliário revela que a cozinha é a peça mais relevante da casa para que o cliente decida pela compra. Nos Estados Unidos, existe até um termo, que é a “killer kitchen” – a “cozinha que mata” -, no sentido de que ela pode encantar ou desencantar a venda. Por isso, além de ter um bom espaço, o acabamento é muito importante para que chame a atenção. Os que buscam inovar estão substituindo elementos convencionais – como granito, mármore ou azulejo – por concreto decorativo. O material não tem limitações de cor ou forma e é capaz de permitir design personalizado, além de oferecer um variado nível de funcionalidades, do piso ao teto.

Por emergir como peça-chave, a cozinha oferece oportunidade única para que construtores e arquitetos a destaquem da concorrência. Por causa da durabilidade, da sustentabilidade e da facilidade de manutenção, o concreto é o preferido como elemento decorativo. Inspiradas nas cozinhas profissionais, as cozinhas residenciais têm optado pelo piso em concreto. Por quê? Eles resistem melhor ao tráfego constante, ao risco de manchas e à abrasão. Também podem receber variedade de cores e padrões decorativos, assim como texturas para se assemelhar à pedra natural ou à madeira. 

Outra opção é o concreto polido, que não requer selador, é fácil de manter e proporciona um acabamento espelhado e brilhante. Outro elemento que ganha espaço nas construções é o tecnocimento. O revestimento agrega cimentos especiais, pó de limestone (espécie de pó de pedra), pó de mármore e pó de quartzo, além de imitar o cimento queimado em uma versão mais simples. Uma de suas vantagens é não possuir juntas, pois não apresenta trincas de retração ou dilatação do material, quando aplicado sobre uma superfície sólida e bem aderida. Outra peculiaridade do produto é que pode ser aplicado em pisos, paredes e tetos, tanto internamente quanto externamente. O produto tem espessura média de 2 milímetros.

Cozinhas que encantam fazem as vendas fecharem mais rapidamente

cozinha
Para 69% dos que visitam uma casa para comprar, a cozinha é peça-chave para fechar negócio
. Crédito: ConcreteNetwork

Na Europa, tem prevalecido o microcimento. O produto une elementos polímeros com material cimentício (cimento branco estrutural), criando uma pasta que é aplicada sobre paredes e pisos – sempre com espessura máxima de 3 milímetros. Instalada por mão de obra especializada, a fina camada adere sobre a superfície, gerando acabamento liso, brilhante e em cores que podem ir do branco a tons mais vivos, ou em sua pigmentação original: o cimento queimado, cuja técnica precisa ser dominada. Para minimizar riscos, a ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) disponibiliza em seu site um documento que ensina como fazer e aplicar o “cimento queimado”.   

Pesquisa do site “realtor.com”, especializado em mercado imobiliário, revela que cozinhas que encantam fazem as vendas fecharem mais rapidamente em 8%. O mesmo estudo mostra que 69% dos que visitam uma casa consideram a cozinha como decisiva na compra, seguida de 49% dos que preferem os quartos, 35% a garagem, 21% a sala, 18% o pátio, 16% a área de lazer e 13% os banheiros. Para os que acham a cozinha a principal peça da casa, o local não é visto apenas para cozinhar e comer, mas para socializar. Diante de tanto destaque fica a pergunta: já pensou em ter uma cozinha protagonizada pelo concreto?

Entrevistado
Reportagem com base em pesquisa do “realtor.com” e de artigo da arquiteta de decorações, especialista em concreto decorativo, Anne Balogh, do ConcreteNetwork.

Contato: customercare@realtor.com

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo