Investimento em pesquisa destaca curso de Engenharia Civil da PUC-RJ

Universidade tem 95% de professores-doutores e vários trabalhos premiados e incentivados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Universidade tem 95% de professores-doutores e vários trabalhos premiados e incentivados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

Por: Altair Santos

O número de alunos do curso de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) dobrou desde 2009. O motivo é a posição alcançada pela graduação no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A avaliação, aplicada a quem ingressa e conclui cursos superiores no país, colocou a Engenharia Civil da PUC-RJ em 1.º lugar no ranking do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgado em janeiro de 2011.

Michéle Dal Toé Casagrande: “Temos muitos professores antigos, que já têm linhas de pesquisa consolidadas”

Com nota 4,59, o curso estima que alcançará desempenho ainda melhor na próxima edição do Enade, cuja avaliação está marcada para 6 de novembro de 2011. “A demanda pela Engenharia Civil aumentou, mas estamos conseguindo agregar mais qualidade ao curso. Hoje temos cerca de 240 alunos, mas o corpo docente formado por 95% de professores-doutores e o investimento na infraestrutura do curso nos faz crer que estamos qualificando ainda mais a graduação”, diz Michéle Dal Toé Casagrande, coordenadora da graduação.

Fundado no início dos anos 1950, o curso de Engenharia Civil da PUC-RJ tem como diferencial o investimento em pesquisa. “Temos muitos professores antigos, que já têm linhas de pesquisa consolidadas e isso faz com que a Engenharia Civil tenha uma experiência maior para passar para os alunos. Hoje, por exemplo, temos 18 professores envolvidos em tempo integral como pesquisadores do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico)”, revela Michéle Casagrande.

A Engenharia Civil da PUC-RJ desenvolve atualmente pesquisas voltadas para poços de petróleo, estruturas de aço e concreto e geotécnica, cuja demanda por causa dos recentes deslizamentos ocorridos na região serrana do Rio de Janeiro tem sido grande. A universidade também desenvolve estudos sobre perfurações de túneis e pavimentos em estradas. “Trabalhamos para ampliar o laboratório de pavimentação, visando mais projetos voltados para estradas em parceria com empresas”, afirma a coordenadora.

Por conta das pesquisas, a PUC-RJ comemora duas premiações recentes. Em 2010, ganhou concurso promovido pela Construtora Odebrecht, voltado para construções sustentáveis. O trabalho vencedor usou cinzas de resíduos sólidos para a base de pavimento. Neste ano, a universidade ganhou o prêmio Oscar Niemeyer, promovido pelo CREA-RJ. “Tudo isso ajuda no currículo dos alunos e permite que eles sejam absorvidos rapidamente pelo mercado de trabalho”, avalia Michéle Casagrande.

Para alunos que queiram continuar a estudar após a conclusão da graduação, a PUC-RJ também tem cursos de pós-graduação e doutorado, além de intercâmbio com universidades estrangeiras. Há convênios com França, Inglaterra, Estados Unidos, Espanha e Itália. “Elas recrutam os melhores alunos e também vem estudantes destes países para cá. No momento, tenho alunos de Portugal, da Dinamarca e da França”, completa a coordenadora. Sinal de que o status alcançado pela engenharia Civil da PUC-RJ já ultrapassou as fronteiras do país.

Serviço
Outros cursos da PUC-RJ bem conceituados pelo Enade:
– Arquitetura (4.º do país)
– Ciências Sociais (3.º)
– Filosofia (4.º)
– História (3.º)
– Pedagogia (1.º)
– Engenharia Industrial (1.º)
– Informática (10.º)

Prédio do curso de Engenharia Civil da PUC-RJ: número de alunos dobrou desde 2009

Entrevistada
Michéle Dal Toé Casagrande, coordenadora do curso de graduação de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Currículo

– Possui Graduação em Engenharia Civil pela Universidade de Passo Fundo (UPF/1998)
– Mestrado (UFRGS/2001) e Doutorado (UFRGS/2005) em Engenharia Civil / Geotecnia, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com Doutorado Sanduiche em Geotechnical pela Imperial College of Science, Technology and Medicine – London (2004)
– Atualmente é professora do Quadro Principal do Departamento de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (DEC / PUC-RJ) atuando em Ensino e Pesquisa a nível de Graduação e Pós-Graduação
– Tem experiência na área Geotécnica, atuando principalmente em reforço de solos e pavimentos, geotécnica experimental, bem como no estudo do comportamento de materiais alternativos e novos materiais geotécnicos para aplicações em obras de terra e pavimentação
– É Bolsista de Produtividade em Pesquisa Nível 2 do CNPq, Diretora Técnica da ABPv (Triênio 2011-2013) e Secretária Geral da ABMS / NRRJ (Biênio 2011-2012).
Contato: michele_casagrande@puc-rio.br / michele.casagrande@hotmail.com

Créditos Fotos: Divulgação/PUC-RJ/Arquivo pessoal

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo