Inovar não é modismo, mas fundamental à construção civil

Brasil vive ambiente favorável para as construtechs, afirma o “Bill Gates curitibano”, Marcel Malczewski

Marcel Malczewski
Marcel Malczewski: construtechs devem se concentrar em soluções que tenham como foco a redução custos. Crédito: Prefeitura de Curitiba

Em palestra no seminário “Novas Perspectivas no Mercado Imobiliário”, Marcel Malczewski, fundador da empresa de tecnologia Bematech e CEO da M3 Investimentos, afirmou que investir em inovação é uma necessidade vital para as empresas – principalmente, as ligadas à construção civil. Ele citou cases como a CONAZ e a AMBAR Brasil, construtechs que agregaram sistemas novos à forma de se construir. Ambas trabalham para transformar o canteiro de obras em linha de produção, melhorando a cadeia de suprimentos e investindo na indústria de pré-fabricados de concreto. Com a palestra “Inovar é preciso… e você não tem mais escolha”, Marcel Malczewski revela também como entrou para o mundo das startups da construção civil.

Apelidado de “Bill Gates curitibano”, Marcel Malczewski aderiu a um mercado que só faz crescer no Brasil. Atualmente, existem no país 350 startups ligadas aos setores da construção civil e imobiliário no país. A porta de entrada para que investisse neste segmento foi a CONAZ – construtech de Florianópolis-SC voltada para a orçamentação e a tomada de preços para pequenas e médias construtoras. Santa Catarina, aliás, destaca-se no mercado de construtechs. O estado também é sede da Welob, que atua no planejamento e no controle de obras. O empreendedorismo catarinense em inovação só fica atrás de São Paulo, onde a USP tem papel importante no fomento a startups, através do Cietec (Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia), a incubadora de empresas da Universidade de São Paulo.

Target das construtechs é atuar na desintermediação das várias etapas de uma obra

Marcel Malczewski lembra que o target das construtechs é atuar na desintermediação de processos nas várias etapas de uma obra. “Basicamente, elas buscam soluções para aumentar a produtividade”, diz. Partindo deste princípio é que a AMBAR Brasil se transformou na construtech mais bem sucedida do país. A empresa, que tem sede em São Carlos-SP, faturou 100 milhões de reais em 2018 e está avaliada em mais de 230 milhões de reais. A startup da construção criou um processo batizado de “full installation”. Ele diminui o tempo de produção, a quantidade de mão de obra necessária, melhora a qualidade e minimiza desperdício de materiais. O segredo está na prioridade que se dá aos produtos industrializados e à instalação modular, a fim de transformar o canteiro de obras em uma linha de montagem.

Para Malczewski, o Brasil vive o melhor momento para startups e construtechs. Porém, ele orienta quem pretende empreender nesse nicho. “Pense em um produto ou solução que tenha como foco a redução de custos de alguma etapa da obra que as grandes construtoras não conseguem resolver”, diz. Quanto à disponibilidade de recursos, ele assegura que uma boa ideia sempre vai conseguir atrair investidores. “Hoje, há mais dinheiro disponível do que projetos realmente inovadores e que podem ter escala. Além disso, a tecnologia está disponível para todos. Muito diferente de quando fundamos a Bematech, nos anos 1980”, recorda o palestrante.

Entrevistado
Reportagem com base na palestra “Inovar é preciso… e você não tem mais escolha”, de Marcel Malczewski, ocorrida dentro do seminário “Novas Perspectivas no Mercado Imobiliário”

Contato: contato@m3invest.com.br

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo