Inovação e sustentabilidade marcam 53º Congresso Brasileiro do Concreto

Evento promovido pelo IBRACON, em Florianópolis, teve a apresentação de 524 artigos e o aguardado lançamento do livro “Concreto: Ciência e Tecnologia”

Evento promovido pelo IBRACON, em Florianópolis, teve a apresentação de 524 artigos e o aguardado lançamento do livro Concreto: Ciência e Tecnologia

Por: Altair Santos

 
De 1º a 4 de novembro de 2011, áreas importantes da cadeia produtiva da construção civil participaram, em Florianópolis, de um dos mais aguardados eventos do setor: o 53º Congresso Brasileiro do Concreto (CBC) promovido anualmente pelo IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto). Nesta recente edição, o encontro estabeleceu um recorde no número de trabalhos técnico-científicos propostos no fórum nacional de debates sobre o concreto e seus sistemas construtivos. Foram 524 apresentações, que se somaram a outras 24, voltadas exclusivamente para a 2ª conferência internacional sobre as melhores práticas em pavimentos de concreto – realizada paralelamente ao evento.

Os 524 artigos técnico-científicos apresentados no 53º Congresso Brasileiro do Concreto e nos eventos paralelos abordaram as seguintes áreas:

Número de trabalhos aprovados Temas/Evento Paralelo
Gestão e Normalização 13
Materiais e Propriedades 263
Projeto de Estruturas 49
Métodos Construtivos 14
Análise Estrutural 114
Materiais e Produtos Específicos 41
Sistemas Construtivos Específicos 15
Seminário de Infraestrutura Metroviária e Ferroviária 15

 

José Marques Filho, presidente do IBRACON: desenvolvimento de infraestrutura com sustentabilidade é o tema central do congresso

O IBRACON considera também que o evento sobre pavimentação rígida foi o maior do mundo sobre o assunto. “Reunimos 12 convidados internacionais, considerados os maiores especialistas no assunto”, revela José Marques Filho, presidente do Instituto, reforçando que o tema central de todos os debates ocorridos no 53º Congresso Brasileiro do Concreto (CBC) foi o desenvolvimento da infraestrutura, com sustentabilidade. “Finalmente conseguimos reunir toda a cadeia de produção de concreto, juntamente com a área acadêmica, para criar um consenso em torno da sustentabilidade e também para debater projetos inovadores para o nosso setor”, completou.

 
O Congresso Brasileiro do Concreto, do qual participaram a Cimento Itambé e a Concrebras, tornou-se também um evento referência para o lançamento de livros técnicos publicados pelo IBRACON. Isso ocorre desde 2005, e em 2011 foi apresentada a obra Concreto: Ciência e Tecnologia. O livro contém 51 capítulos, divididos em sete partes, cada uma delas composta pelos seguintes assuntos:

 
Parte I
Introdução: a evolução do concreto; da arquitetura à estrutura; princípios do projeto estrutural; diretrizes de projeto para desempenho das estruturas; normas e códigos nacionais e internacionais

Parte II
Materiais: cimento Portland; agregados naturais e artificiais; adições minerais; água; aditivos químicos

Parte III
Concreto Fresco: reações de hidratação e pozolânicas; dosagem, propriedades, produção e controle de concreto dosado em central e em canteiro

Parte IV
Propriedades do Concreto Endurecido: nanoestrutura e microestrutura; resistência mecânica; propriedades elasto-plásticas; retração por secagem e fluência; propriedades térmicas

Parte V
Durabilidade do Concreto: ações do meio ambiente; conceitos de durabilidade e vida útil; mecanismos de transporte de massa; ação da carbonatação; ação de cloretos; corrosão das armaduras; reações álcali-agregados; ações físicas e químicas; ações do fogo; ação de agentes biológicos

Parte VI
Patologia, inspeção, diagnóstico e reabilitação: patologia das estruturas; resistência mecânica e fissuração de estruturas acabadas; reabilitação e reforço; proteções superficiais; monitoramento das estruturas

Parte VII
Concretos especiais: de alto e ultra-alto desempenho; com fibras; projetado; concreto massa e compactado a rolo; pavimentos viários; pisos industriais; concreto leve estrutural; concreto pré-fabricado; com polímeros; arquitetônico e decorativo; concreto branco; com agregados reciclados; autoadensável; para fins específicos e de última geração; concreto sustentável; nanociência e nanotecnologia dos materiais cimentícios 

Em Concreto: Ciência e Tecnologia, o enfoque central é o estado da arte do material industrializado.  O livro foi escrito por uma equipe de professores e profissionais experientes ligados ao IBRACON e em seu lançamento atraiu muitos acadêmicos ao congresso, principalmente pós-graduados. “Ele esmiúça as melhores formas de projetar e construir com concreto”, diz José Marques Filho, comemorando o sucesso do o 53º Congresso Brasileiro do Concreto (CBC).

Entrevistado
José Marques Filho, presidente do IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto)
Currículo
– Graduado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo  (1980)
– Tem mestrado em engenharia civil pela Universidade de São Paulo (1990) e doutorado em engenharia civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005)
– Atualmente é consultor da Companhia Paranaense de Energia (Copel) e coordenador e colaborador do Comitê Brasileiro de Barragens, além de colaborador da International Commission on Large Dams
– Também é professor adjunto da Universidade Federal do Paraná (UFPR)
 – Tem experiência nos seguintes temas: CAR, Barragens, Caracterização, Laboratório de Concreto, Maciço Experimental e materiais.
Contato: jmarques@copel.com / fabio@ibracon.org.br (assessoria de imprensa) / www.ibracon.org.br  

Créditos fotos: Divulgação/IBRACON

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo