Habilidades sociais: a ferramenta do engenheiro civil

Prioridade, diz estudo, é a comunicação para o trabalho em equipe, principalmente para quem gerencia obras

Habilidades sociais: a ferramenta do engenheiro civil

Habilidades sociais: a ferramenta do engenheiro civil 1024 470 Cimento Itambé
Quanto mais engenheiros civis jovens entram no mercado de trabalho mais cresce demanda por gerentes versáteis. Crédito: Divulgação

Quanto mais engenheiros civis jovens entram no mercado de trabalho mais cresce demanda por gerentes versáteis. Crédito: Divulgação

O Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho, estudo desenvolvido pelo LinkedIn, em parceria com associações profissionais dos Estados Unidos, mostra as mudanças comportamentais em andamento no mercado do trabalho. Na categoria de engenheiros civis foram entrevistados os associados à ASCE (Sociedade Americana de Engenheiros Civis). O levantamento aponta que a prioridade dos profissionais da área é treinar as habilidades sociais. Isso envolve a comunicação para o trabalho em equipe, principalmente para os que gerenciam obras diretamente no canteiro. “Engenheiros civis são solucionadores de problemas. No entanto, a maior armadilha que os engenheiros civis enfrentam durante o processo de solução de problemas é trabalhar com uma abordagem menos centrada no ser humano”, avalia Brent Darnell, especialista em inteligência emocional.

O estudo aborda o que o mercado chama de “soft skills”, ou seja, as competências comportamentais necessárias para um profissional ser bem-sucedido no local de trabalho. De acordo com a pesquisa, no canteiro de obras predomina a comunicação não-verbal. Cerca de 40% se dá por emissão de ordens e 55% são por linguagem corporal. Apenas 5% representam comunicação efetiva, em que se estabelece um diálogo. “Aprimorar as relações públicas pode representar ganho de produtividade para a engenharia civil. Então, o que eu diria, é que o engenheiro civil precisa melhorar sua narrativa ou, em alguns casos, adotar uma narrativa com os trabalhadores em seu entorno”, recomenda Robert Deigh, que é autor dos livros “Spark: o Guia Completo de Relações Públicas para Pequenas Empresas” (Spark: The Complete Public Relations Guide for Small Business) e “Como é que ninguém sabe sobre nós? O melhor guia de relações públicas – Táticas que qualquer um pode usar para ganhar alta visibilidade”(How Come No One Knows About Us? The Ultimate Public Relations Guide: Tactics Anyone Can Use to Win High Visibility).

Soft skills já são definidores de contratações de engenheiros civis

Para Anthony Fasano, fundador do Engineering Management Institute e autor de “Engenheiro faça seu próprio sucesso” (Engineer Your Own Success), as novas gerações de profissionais já trazem habilidades comportamentais mais refinadas. “À medida que mais engenheiros civis jovens entram no mercado de trabalho, a demanda por gerentes versáteis também aumenta. As habilidades sutis são tão importantes quanto as habilidades técnicas ao navegar pelos deveres gerenciais da empresa. Nos Estados Unidos, isso também já está influenciando nas decisões para contratar engenheiros”, diz. O Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho comprova o que afirma o especialista. De acordo com o estudo, 93% dos empregadores disseram que as soft skills são um fator “essencial” ou “muito importante” ao definir contratações.

No Brasil, soft skills também já são definidores de contratações. As mais requisitadas são:

1. Comunicação
Extremamente útil para falar com clientes, colegas, chefes ou fornecedores, seja pessoalmente, por telefone ou email. Engloba tanto a capacidade de se expressar quanto a de ouvir.

2. Pensamento crítico
Capacidade de entender o problema, analisar a situação e tomar a melhor decisão.

3. Liderança
Capacidade de gerenciar situações e pessoas. Inclui também a capacidade de resolver conflitos entre pessoas.

4. Atitude positiva
Demonstração de ser amigável com os outros.

5. Trabalho em equipe
Disposição de trabalhar efetivamente com as pessoas ao seu redor.

6. Ética
Pessoas com essa característica costumam concluir tarefas no prazo, manter o foco e preservar a organização.

Acesse o Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho

Entrevistado
Reportagem com base no Relatório de Aprendizagem no Local de Trabalho, desenvolvido pelo LinkedIn

Contato
press@linkedin.com

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil