Bauma 2013 apresenta o futuro à construção civil

Comitiva brasileira esteve na principal feira mundial de equipamentos para o setor e ficou impressionada com os processos de automação.

Comitiva brasileira esteve na principal feira mundial de equipamentos para o setor e ficou impressionada com os processos de automação

Por: Altair Santos

De 15 a 21 de abril de 2013 aconteceu em Munique, na Alemanha, a mais recente edição da Bauma. Trata-se da maior feira internacional de equipamentos para sistemas construtivos industrializados, e que em 2014 terá uma versão chinesa. O evento reuniu 3.420 expositores de 57 países e atraiu 530 mil visitantes de 200 nacionalidades. O Brasil, liderado pela ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto) levou uma comitiva de 28 pessoas, representando 13 empresas que atuam no setor de pré-fabricados no país.

Comitiva liderada pela ABCIC na Bauma 2013: automação foi o que mais chamou a atenção dos brasileiros.

Para os visitantes brasileiros, o que mais chamou a atenção foram os processos de automação, capazes de substituir a mão de obra especializada – cada vez mais escassa e de custo elevado no setor da construção industrializada. “Ainda que nossa indústria mantenha em seus pilares a padronização e a conformidade técnica, ela está menos automatizada em relação à Europa e aos Estados Unidos. A expectativa é que esse cenário sofra mudanças nos próximos anos, caso a política econômica de nosso país assim permita”, disse a presidente-executiva da ABCIC, Íria Doniak.

O engenheiro civil Guilherme Philippi, da Marna Pré-Fabricados Ltda., que também esteve na Bauma, reforçou a impressão da dirigente da ABCIC. “Lá o custo para se ter um equipamento de primeira linha é muito mais baixo do que aqui no Brasil. A feira mostrou muitos equipamentos automatizados, que serviriam para reduzir o custo com mão de obra e nos tornar mais competitivos. Essa cultura já está bem difundida na Europa, enquanto no Brasil as empresas do setor ainda dependem bastante do fator humano para produzir”, explicou.

A mesma impressão teve Márcio Valle de Lima Jr., da Exímia Engenharia – construção de obras industriais e comerciais. “A Bauma proporcionou conhecer novas tecnologias e equipamentos que solucionam os problemas com mão de obra”, disse o engenheiro civil, ressaltando que entre as máquinas que mais chamaram sua atenção foram as que consertam escoras metálicas, limpam fôrmas metálicas, além das empilhadeiras portáteis com soluções diferenciadas.

A presidente-executiva da ABCIC destacou ainda que os processos de construção industrializada através da plataforma BIM (Building Information Modelling) assim como as novidades em segurança do trabalho, também chamaram a atenção da comitiva brasileira. “O sistema BIM hoje tem relação direta com o aumento de produtividade, em vista da crescente demanda por estruturas pré-fabricadas de concreto. Outro aspecto relevante da feira foi o setor dedicado à segurança, destacando não só novas tecnologias e equipamentos, mas também colocando o ser humano em evidência”, disse.

Entrevistados
– Iria Doniak, presidente executiva da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto)
– Márcio Valle de Lima Jr., da Exímia Engenharia
– Guilherme Philippi, sócio-proprietário da Marna Pré-Fabricados Ltda
Currículos
– Iria Lícia Oliva Doniak é graduada em engenharia civil e ocupa o cargo de presidente-executiva da ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto)
– Também é diretora do Cursos IBRACON e da DECONCIC-FIESP (Departamento da Construção Civil da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo)
– É representante da ABCIC junto à fib (Federação Internacional do Concreto) atuando nos subgrupos de trabalho: Affordable Housing, Quality Control, Sustainability e Hollow Core Slabs
– Igualmente é representante da ABCIC junto ao conselho do IBRACON (Instituto Brasileiro do Concreto)
– Atua como membro da ACHE (Associación Científico Técnica del Hormigón Estructural-Espanha), da ABNT ( Associação Brasileira de Normas Técnicas) no âmbito da CB-02 e da CB-18)
– Márcio Valle de Lima Jr. é graduado em engenharia civil pela PUC-PR (1990) com pós-graduação em fiscalização e gerenciamento de obras pela PUC-PR e pós-graduação em negócios imobiliários pela FAE
– De 1992 a 2003, foi diretor comercial da empresa Projepar Construções Pré-moldadas
– Atualmente é diretor da empresa Portátil Andaimes e Escoramentos – locadora de equipamento; diretor da empresa Exímia Engenharia – construção de obras industriais e comerciais, e diretor da empresa MLV Administração e Participações Imobiliárias
– Guilherme Philippi é graduado em engenharia civil e sócio-proprietário da Marna Pré-Fabricados Ltda
Contatos: abcic@abcic.org.br / eximiaengenharia@uol.com.br / marcio@portatilandaimes.com.brguilherme@marna.com.br
Créditos foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo