Bairro de Curitiba vai ganhar um jardim vertical com plantas nativas

O bairro Campina do Siqueira, em Curitiba, vai ganhar um jardim vertical de plantas nativas, com aproximadamente 12 metros de altura.

O bairro Campina do Siqueira, em Curitiba, vai ganhar um jardim vertical de plantas nativas, com aproximadamente 12 metros de altura.

A torre que terá a vegetação está sendo construída no largo Antonio Bordin, no cruzamento das ruas Mário Tourinho e Padre Agostinho. De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, José Andreguetto, o objetivo é prestar uma homenagem à biodiversidade urbana.

“O jardim vertical mostrará também que é possível, mesmo em pequenos espaços, contribuir com o meio ambiente”, afirmou Andreguetto à agência municipal de notícias. A torre tem base triangular de três metros e está sendo construída em aço e concreto. As floreiras serão encaixadas nas prateleiras da torre formando jardins aéreos.

Funcionários já começaram o trabalho do jardim vertical

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, as floreiras serão compostas por cerca de mil plantas de 15 espécies nativas, de tamanhos, formas e cores diferentes, como helicônicas, espiga dourada, cipó de São João e peixinho. A torre será em cimento vazado para que trepadeiras e outras plantas envolvam totalmente a obra.

A expectativa de técnicos da Secretaria do Meio Ambiente é de que a torre sirva de abrigo para pássaros e outros animais. “Será como um condomínio de plantas com outros animais ligados a elas, favorecendo a biodiversidade urbana”, definiu Andreguetto.

A torre será protegida em volta por um espelho d’água com fontes. O mesmo sistema hidráulico do espelho servirá para irrigar os jardins. A revitalização do largo está sendo feita pelo grupo empresarial Barigüi e o jardim foi projetado pelo arquiteto Fernando Canalli.

Fonte: Gazeta do Povo

Créditos: Engº. Alessandro Koliski – Assessor Técnico Comercial Itambé



Massa Cinzenta

Cooperação na forma de informação. Toda semana conteúdos novos para você ficar por dentro do mundo da construção civil.

Veja todos os Conteúdos

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

Cimento Portland pozolânico resistente a sulfatos – CP IV-32 RS

Baixo calor de hidratação, bastante utilizado com agregados reativos e tem ótima resistência a meios agressivos.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-32

Com diversas possibilidades de aplicações, o Cimento Portland composto com fíler é um dos mais utilizados no Brasil.

Cimento Portland composto com fíler – CP II-F-40

Desempenho superior em diversas aplicações, com adição de fíler calcário. Disponível somente a granel.

Cimento Portland de alta resistência inicial – CP V-ARI

O Cimento Portland de alta resistência inicial tem alto grau de finura e menor teor de fíler em sua composição.

descubra o cimento certo

Cimento Certo

Conheça os 5 tipos de cimento Itambé e a melhor indicação de uso para argamassa e concreto.Use nosso aplicativo para comparar e escolher o cimento certo para sua obra ou produto.

descubra o cimento certo