9 razões que fazem o pavimento de concreto ser competitivo

Na Paving Expo, Marcos Dutra de Carvalho, coordenador do Núcleo de Pavimentação da ABCP, expôs as vantagens

9 razões que fazem o pavimento de concreto ser competitivo

9 razões que fazem o pavimento de concreto ser competitivo 1018 681 Cimento Itambé
Marcos Dutra, da ABCP: não existe mais o paradigma de que o pavimento de concreto é mais caro do que o de asfalto Crédito: Mecânica Comunicação Estratégica

Marcos Dutra, da ABCP: não existe mais o paradigma de que o pavimento de concreto é mais caro do que o de asfalto
Crédito: Mecânica Comunicação Estratégica

Na Paving Expo, realizada de 27 a 29 de agosto em São Paulo-SP, o coordenador do Núcleo de Pavimentação da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Marcos Dutra de Carvalho, apontou 9 razões que fazem o pavimento de concreto ser mais competitivo que o asfalto. Além das características tecnológicas, que asseguram melhor desempenho e maior durabilidade, o pavimento rígido passou a ter um custo menor que o asfalto. Essa vantagem se consolida atualmente não apenas ao longo da vida útil, mas desde a execução do projeto. “Isso é consequência de uma relativa estabilidade nos preços do concreto, ao mesmo tempo em que se registrou uma elevação nos preços do asfalto”, explica Marcos Dutra.

Estudo abrangente da ABCP, comparando 6.060 planilhas de projetos de pavimento rígido com o pavimento asfáltico, mostra que na “largada” o concreto já é 16% mais barato que o asfalto. Esse percentual pode chegar a 41% ao longo de 20 anos, dependendo das características de cada projeto. “É notável a competitividade do pavimento de concreto no custo inicial da rodovia, derrubando categoricamente o paradigma de que se trata de um pavimento mais caro do que o asfáltico”, afirma o engenheiro civil, que possui mais de 40 anos de experiência com a pavimentação em concreto nas rodovias e nas vias urbanas brasileiras. “Se levarmos em consideração outras questões, como sustentabilidade e segurança, as vantagens só aumentam”, reforça.

ABCP, IBRACON e ABESC mostraram na Expo Paving que a tecnologia de pavimento de concreto está muito desenvolvida no Brasil Crédito: Expo Paving

ABCP, IBRACON e ABESC mostraram na Expo Paving que a tecnologia de pavimento de concreto está muito desenvolvida no Brasil
Crédito: Expo Paving

Em sua palestra, Marcos Dutra mostra dados sobre o quanto o Brasil ainda carece de pavimentação de estradas. “Vivemos em um país continental e com um grande caminho a percorrer no sentido de pavimentar rodovias. Segundo a mais recente pesquisa da CNT (Confederação Nacional dos Transportes), o Brasil possui 1 milhão e 700 mil quilômetros de rodovias, dos quais apenas 212 mil quilômetros são pavimentados. Em termos comparativos, os Estados Unidos têm 6 milhões de quilômetros de rodovias e 4,3 milhões são pavimentados. Isso significa que temos um amplo mercado a ser explorado pelo pavimento de concreto, considerando que essa tecnologia já está muito bem desenvolvida no Brasil”, diz.

Para Marcos Dutra, as 9 razões que fazem o concreto ser mais competitivo do que o asfalto são as seguintes:


1. Desempenho e durabilidade
O concreto não sofre as deformações típicas do pavimento asfáltico. Também não amolece quando esquenta. No prazo mínimo, o pavimento rígido presta serviço de 20 anos contra o máximo de 10 anos do asfalto.


2. Economia e custo
Desde 2018 caiu o paradigma de que o pavimento de concreto é mais caro. A matéria-prima do pavimento asfáltico encareceu absurdamente.


3. Análise de longo prazo
Considerando o pavimento rígido para rodovia, com espessura de 25 centímetros, no primeiro ano de execução ele já se torna 16% mais competitivo do que o asfalto. Ao longo de 20 anos, esse percentual pode chegar a 41%.


4. Economia de combustível da frota circulante
Para veículos pesados, o pavimento de concreto oferece economia de até 20%.


5. Tempo de execução
O Brasil possui atualmente 30 pavimentadoras de concreto que podem ser deslocadas para qualquer região do país. Em 1998, havia apenas duas.


6. Segurança do usuário
O pavimento rígido possibilita menor distância de frenagem. Na superfície molhada, chega a 40%. Por ter melhor refletância, permite que a via ou a rodovia receba 30% a menos de postes.


7. Redução de ilhas de calor
Há redução comprovada de até 5 °C no ambiente. O recorde mundial foi registrado no Arizona-EUA, onde se chegou a 11 °C de redução.


8. Projetos mais precisos
O pavimento de concreto tem uma execução e um controle de obra mais rigorosos. Os projetos executivos são inspecionados em cada uma das etapas: lançamento e espalhamentos, adensamento e acabamento, texturização e cura e selagem.


9. Controle tecnológico
Atualmente, os corpos de provas em pavimento rígido são prismáticos. Além disso, existe uma normalização atualizada para todos os tipos de pavimento de concreto, que levam em consideração espessura, resistência e conforto de rolamento.

Entrevistado

Reportagem com base na palestra “Estado da Arte da Pavimentação Urbana e Rodoviária de Concreto no Brasil”, concedida pelo coordenador do Núcleo de Pavimentação da Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), Marcos Dutra de Carvalho, na Paving Expo.

Contato: marcos.dutra@abcp.org.br

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no Massa Cinzenta e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil