Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Obras de mobilidade chegam às rodovias do PR

Gestão, Gestão de Obras 5 de dezembro de 2013

Estradas sob a jurisdição do DER serão equipadas com calçadas, ciclovias e passarelas, em seus trechos urbanos, para reduzir atropelamentos

Por: Altair Santos

Os trechos urbanos de algumas das principais rodovias do Paraná começam a ganhar obras de mobilidade urbana. O projeto prevê a construção de 200 quilômetros de calçadas em paver e 90 quilômetros de ciclovias, além de passarelas em pré-fabricado de concreto. O primeiro corredor a ser atendido é o que envolve os 31 quilômetros de duplicação da PR-417, mais conhecida como Rodovia da Uva, no município de Colombo-PR. Também já saiu do papel a remodelagem das ligações entre Maringá e Paiçandu (PR-323) e entre Londrina e Cambé (PR-445).

Projeção de como ficará trecho urbano de rodovia após receber calçadas e ciclovias

A expectativa é de que todas as obras de mobilidade previstas no projeto estejam concluídas até o final de 2016, com orçamento estimado de R$ 30 milhões. Além das rodovias estaduais, o DER-PR (Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná) priorizará também os entroncamentos com as estradas federais.   O objetivo é reduzir sensivelmente o número de atropelamentos nos trechos selecionados. “O DER trabalha com a previsão de que poderá cair em até 90% o volume de acidentes por atropelamento, com a implantação deste sistema de mobilidade”, afirma a assessoria de imprensa do organismo.

Para o diretor geral do DER-PR, Nelson Leal Junior, o projeto de mobilidade adotado pelo organismo mostra também uma mudança conceitual para as estradas paranaenses.  “A questão da mobilidade passou a integrar as obras rodoviárias, ao contrário do que vinha sendo feito anteriormente. A intenção é proporcionar mais segurança aos demais modais de transporte, permitindo que os pedestres e ciclistas possam conviver em segurança ao longo da malha rodoviária estadual”, diz.

O plano do DER-PR vai atender mais de 20 municípios paranaenses, priorizando as regiões metropolitanas de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel. Outra medida é utilizar as obras para estimular os produtores locais de artefatos de concreto, fazendo com que eles participem das licitações para fornecimento de materiais para calçamento e construções de passarelas. Segundo dados mais recentes da Mineropar (Minerais do Paraná S/A) há cerca de 1.100 indústrias voltadas para esse segmento em todo o Estado. A ideia do DER é contemplar tanto a indústria ligada ao cimento quanto a de asfalto.

Confira os trechos que serão contemplados com obras de mobilidade urbana nas rodovias paranaenses:

•    Curitiba-Pinhais-Piraquara (PR-415)
•    Rodovia da Uva (PR-417)
•    Curitiba-Rio Branco do Sul (PR-092)
•    Tijucas do Sul (PR-281)
•    Londrina-Cambé (PR-445)
•    Maringá-Paiçandu (PR-323)
•    Corredor Campos Gerais (PR-151)
•    Entroncamento BR-376 (Ponta Grossa)
•    Entroncamento BR-277 (Palmeira)
•    Entroncamento BR-476 (Três Barras)
•    Corredor Norte Central – Lote 1 (PR-170)
•    Entroncamento BR-369 (Rolândia)
•    Corredor Norte Central – Lote 2 (PR-445)
•    Entroncamento PR-218 (Acesso a Três Marcos – Londrina)
•    Entroncamento PR-272/BR-376 (Mauá da Serra)
•    Corredor Norte Central – Lote 3 – PR-272/PR-466
•    Entroncamento PR-466 (Porto Ubá)
•    Corredor Norte Central – Lote 4 – PR-466
•    Furnas – Entroncamento BR-277 (Guarapuava)
•    Corredor PR-463 – Divisa PR-SP
•    Corredor da Produção Avícola (PR-180)
•    Entroncamento PR-281 (Alto Bela Vista)
•    Rio Santa Rosa (Francisco Beltrão)
•    Corredor da Produção Avícola (PR-281)
•    Entroncamento BR-373
•    Entroncamento PR-493 (Dois Vizinhos)
•    Entroncamento BR-163
•    Corredor Noroeste – Lote 1 – PR-317
•    Ponte sobre Rio Paranapanema (Divisa PR-SP)
•    Corredor Noroeste – Lote 3 – Início pista dupla (Umuarama)
•    Entroncamento PR-272, PR-182 e BR-272 (acesso a Francisco Alves)
•    Corredor Noroeste – Lote 4 – PR-182: Divisa PR/SP (Usina Hidrelétrica de Rosana)
•    Nova Londrina e Corredor do Ivaí (PR-082)

Entrevistado
DER-PR (Departamento de Estradas e Rodagem do Paraná) (via assessoria de imprensa)
Contato: www.der.pr.gov.br 

Créditos fotos: Divulgação/DER

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: