Muda status do concreto compactado a rolo no pavimento

Concluído em junho de 2017, trecho de cinco quilômetros recebe monitoramento mensal. Crédito: Wm. Winkler Co

Muda status do concreto compactado a rolo no pavimento

Muda status do concreto compactado a rolo no pavimento 1024 506 Cimento Itambé

Testes realizados nos Estados Unidos permitem que CCR saia da condição de base ou sub-base para a de leito em estradas e avenidas

Aditivado, pavimento com concreto compacto a rolo mostrou ter alta flexão e resistência à compressão. Crédito: Wm. Winkler Co

Aditivado, pavimento com concreto compactado a rolo mostrou ter alta flexão e resistência à compressão. Crédito: Wm. Winkler Co

Com a ajuda de novos aditivos criados pela indústria química norte-americana, está em desenvolvimento uma nova geração de concreto compactado a rolo (CCR) para pavimentos. O objetivo é que o CCR, costumeiramente usado como base ou sub-base para receber a camada definitiva para o tráfego de veículos, possa, ele mesmo, servir de acabamento final para avenidas e estradas em que o pavimento é de concreto.

O primeiro trecho em teste tem cinco quilômetros e está localizado na cidade de Walla Walla, no estado de Washington-EUA. Na região há uma empresa que faz locação de máquinas pesadas, e que a cada seis meses precisava restaurar o pavimento asfáltico entre a sede e a rodovia mais próxima para permitir o tráfego de seus veículos. Como a manutenção tornou-se muito cara, a empresa encomendou uma solução à indústria de concreto local.

Coincidiu que a indústria química vinha trabalhando em dois produtos para dar um novo status ao CCR, transformando-o em pavimento de concreto compactado (CCP, da sigla em inglês). Um dos aditivos é o ACEiT Plus, um pó adicionado ao Cimento Portland a ser usado na produção do concreto. O outro é o ACEiT Blue, um líquido pulverizado sobre a superfície do CCR logo que ele sai da máquina pavimentadora.

O pó estabiliza a umidade, reduz a viscosidade e administra a hidratação do concreto para que ele possa passar pela pavimentadora com mais fluidez. Assim que sai da máquina e recebe o ACEiT Blue em sua superfície, o concreto pode ser compactado pelo rolo imediatamente. Os aditivos testados permitem que as características de concreto seco do CCR se adaptem para receber acabamento final, sem comprometer a durabilidade do material.

Pavimento de concreto compactado dispensa camada de acabamento. Crédito: Wm. Winkler Co

Pavimento de concreto compactado dispensa camada de acabamento. Crédito: Wm. Winkler Co

Pavimento dispensa juntas de dilatação

O pavimento de concreto compactado que foi aplicado no trecho de cinco quilômetros tinha uma camada de 18 centímetros de espessura. As resistências à compressão registradas variaram de 4600 psi (31,7 MPa) nos primeiros quatro dias a 6340 psi (43,7 MPa) em 28 dias. “Talvez estejamos mudando o conceito de pavimento em concreto, criando um pavimento mais barato e mais fácil de ser aplicado”, diz Pete Reed, porta-voz da Wm. Winkler Co., empresa responsável pela obra no traçado experimental.

A pavimentação ocorreu em junho de 2017 e tem sido monitorada mensalmente. Uma das preocupações era com a chegada do inverno, já que o CCP dispensa juntas de dilatação e os projetistas não sabiam qual seria o comportamento do piso. “O resultado é um pavimento de concreto que mostrou ter alta flexão e resistência à compressão, além de excelente resistência ao congelamento-descongelamento, com boa permeabilidade”, completa Pete Reed.

Concluído em junho de 2017, trecho de cinco quilômetros recebe monitoramento mensal. Crédito: Wm. Winkler Co

Concluído em junho de 2017, trecho de cinco quilômetros recebe monitoramento mensal. Crédito: Wm. Winkler Co

Veja vídeo com a aplicação do pavimento de concreto compactado

Entrevistado
Pete Reed, porta-voz da Wm. Winkler Co

Contato: pete@wmwinkler.com

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil