Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Prédio em Mônaco tem apartamentos mais caros do mundo

Inovação, Obras Inovadoras 21 de agosto de 2014

Unidades variam de 1.200m² a 330 m², mas independentemente da escolha o metro quadrado custa 91 mil euros (R$ 280 mil)

Por: Altair Santos

O menor apartamento, com um quarto, mede 170 m²; o maior, na cobertura, 3.300 m². O prédio, recentemente construído, começará a ser entregue aos novos proprietários em setembro de 2014. Entre os compradores, estão alguns dos mais endinheirados do mundo. Afinal, o Odeon Tower é o prédio com as unidades mais caras do planeta. Localizado no principado de Mônaco, o metro quadrado custa 91 mil euros (R$ 280 mil) independentemente do tamanho do imóvel.

Odeon Tower: edifício com 29 andares tem setenta apartamentos e une o que há de mais caro em arquitetura e decoração

O edifício com 49 pavimentos começou a ser construído em novembro de 2009 e empregou o que há de melhor em termos de sistemas construtivos. O arquiteto que assina a obra é o monegasco (nascido em Mônaco) Alexandre Giraldi. O design do prédio é inspirado pelo movimento da “belle époque” francesa. Já o interior dos apartamentos será decorado pela não menos renomada agência europeia Alberto Pinto. Cada unidade terá uma personalidade própria, tirando proveito ao máximo de materiais nobres.

O desafio construtivo para empreender o Odeon Tower foi adaptá-lo ao terreno. Erguido em uma encosta, as fundações do edifício só foram instaladas depois da retirada de 160 mil m³ de terra e da construção de um muro de contenção. Todo o complexo da edificação consumiu 73 mil m³ de concreto, numa estrutura que também combina aço e vastas áreas cobertas por vidro. Como quase todas as obras deste porte, seu financiamento partiu dos milionários xeques árabes e custou aproximadamente 5 bilhões de euros.

LEED e Aqua
Para conseguir autorização do governo do principado de Mônaco, o edifício precisou cumprir uma série de requisitos ambientais e obter duas certificações de construção sustentável (LEED e Aqua). Houve o comprometimento dos investidores em dar uma contrapartida, construindo um novo aterro sanitário para a região. O próprio prédio é um modelo de reúso de água e possui uma estação própria para tratamento de dejetos e do lixo gerado pelas 70 unidades habitacionais.

Inclinação do terreno exigiu a construção de um muro de contenção antes que o prédio fosse erguido

Os moradores fixos do Odeon Tower irão ocupar do 20º ao 49º andares. Os pavimentos inferiores serão destinados a escritórios. Apesar da operação mista, o edifício tem entradas independentes para as áreas residencial e comercial. Outra novidade do prédio é que ele oferece um serviço terceirizado aos moradores, como banho turco, sauna, spa, fitness, serviço de concierge, serviço de limpeza, prensagem, limousine e motorista. Não é à toa que uma das coberturas foi negociada por 300 milhões de euros. Já a unidade mais barata custa 15,5 milhões de euros. A maioria dos apartamentos tem preços entre 105 milhões e 150 milhões de euros.

Veja time lapse da construção do Odeon Tower
http://www.odeon.mc/#/construction

 

Entrevistado
Assessoria de imprensa do Odeon Tower

Contatos
presss@odeon.mc
www.odeon.mc/#/home

Créditos Fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: