Investimento em pesquisa destaca curso de Engenharia Civil da PUC-RJ

Investimento em pesquisa destaca curso de Engenharia Civil da PUC-RJ

Investimento em pesquisa destaca curso de Engenharia Civil da PUC-RJ 150 150 Cimento Itambé

Universidade tem 95% de professores-doutores e vários trabalhos premiados e incentivados pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

Por: Altair Santos

O número de alunos do curso de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) dobrou desde 2009. O motivo é a posição alcançada pela graduação no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). A avaliação, aplicada a quem ingressa e conclui cursos superiores no país, colocou a Engenharia Civil da PUC-RJ em 1.º lugar no ranking do INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgado em janeiro de 2011.

Michéle Dal Toé Casagrande: “Temos muitos professores antigos, que já têm linhas de pesquisa consolidadas”

Com nota 4,59, o curso estima que alcançará desempenho ainda melhor na próxima edição do Enade, cuja avaliação está marcada para 6 de novembro de 2011. “A demanda pela Engenharia Civil aumentou, mas estamos conseguindo agregar mais qualidade ao curso. Hoje temos cerca de 240 alunos, mas o corpo docente formado por 95% de professores-doutores e o investimento na infraestrutura do curso nos faz crer que estamos qualificando ainda mais a graduação”, diz Michéle Dal Toé Casagrande, coordenadora da graduação.

Fundado no início dos anos 1950, o curso de Engenharia Civil da PUC-RJ tem como diferencial o investimento em pesquisa. “Temos muitos professores antigos, que já têm linhas de pesquisa consolidadas e isso faz com que a Engenharia Civil tenha uma experiência maior para passar para os alunos. Hoje, por exemplo, temos 18 professores envolvidos em tempo integral como pesquisadores do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico)”, revela Michéle Casagrande.

A Engenharia Civil da PUC-RJ desenvolve atualmente pesquisas voltadas para poços de petróleo, estruturas de aço e concreto e geotécnica, cuja demanda por causa dos recentes deslizamentos ocorridos na região serrana do Rio de Janeiro tem sido grande. A universidade também desenvolve estudos sobre perfurações de túneis e pavimentos em estradas. “Trabalhamos para ampliar o laboratório de pavimentação, visando mais projetos voltados para estradas em parceria com empresas”, afirma a coordenadora.

Por conta das pesquisas, a PUC-RJ comemora duas premiações recentes. Em 2010, ganhou concurso promovido pela Construtora Odebrecht, voltado para construções sustentáveis. O trabalho vencedor usou cinzas de resíduos sólidos para a base de pavimento. Neste ano, a universidade ganhou o prêmio Oscar Niemeyer, promovido pelo CREA-RJ. “Tudo isso ajuda no currículo dos alunos e permite que eles sejam absorvidos rapidamente pelo mercado de trabalho”, avalia Michéle Casagrande.

Para alunos que queiram continuar a estudar após a conclusão da graduação, a PUC-RJ também tem cursos de pós-graduação e doutorado, além de intercâmbio com universidades estrangeiras. Há convênios com França, Inglaterra, Estados Unidos, Espanha e Itália. “Elas recrutam os melhores alunos e também vem estudantes destes países para cá. No momento, tenho alunos de Portugal, da Dinamarca e da França”, completa a coordenadora. Sinal de que o status alcançado pela engenharia Civil da PUC-RJ já ultrapassou as fronteiras do país.

Serviço
Outros cursos da PUC-RJ bem conceituados pelo Enade:
– Arquitetura (4.º do país)
– Ciências Sociais (3.º)
– Filosofia (4.º)
– História (3.º)
– Pedagogia (1.º)
– Engenharia Industrial (1.º)
– Informática (10.º)

Prédio do curso de Engenharia Civil da PUC-RJ: número de alunos dobrou desde 2009

Entrevistada
Michéle Dal Toé Casagrande, coordenadora do curso de graduação de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Currículo

– Possui Graduação em Engenharia Civil pela Universidade de Passo Fundo (UPF/1998)
– Mestrado (UFRGS/2001) e Doutorado (UFRGS/2005) em Engenharia Civil / Geotecnia, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com Doutorado Sanduiche em Geotechnical pela Imperial College of Science, Technology and Medicine – London (2004)
– Atualmente é professora do Quadro Principal do Departamento de Engenharia Civil da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (DEC / PUC-RJ) atuando em Ensino e Pesquisa a nível de Graduação e Pós-Graduação
– Tem experiência na área Geotécnica, atuando principalmente em reforço de solos e pavimentos, geotécnica experimental, bem como no estudo do comportamento de materiais alternativos e novos materiais geotécnicos para aplicações em obras de terra e pavimentação
– É Bolsista de Produtividade em Pesquisa Nível 2 do CNPq, Diretora Técnica da ABPv (Triênio 2011-2013) e Secretária Geral da ABMS / NRRJ (Biênio 2011-2012).
Contato: michele_casagrande@puc-rio.br / michele.casagrande@hotmail.com

Créditos Fotos: Divulgação/PUC-RJ/Arquivo pessoal

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil