Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Grande demanda por locação revela oportunidades de investimentos na compra de imóveis

Mercado da Construção, Mercado Imobiliário 14 de abril de 2009

Residências em alvenaria com um dormitório foram os imóveis que tiveram maior valorização de janeiro para fevereiro

Os índices do mercado imobiliário de Curitiba demonstram bons resultados para o segmento e, principalmente, para quem buscar fazer investimentos seguros e com bons rendimentos. De acordo com os números coletados em fevereiro pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), um dos agentes de serviços do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR), o índice de Locação Sobre a Oferta (LSO) de imóveis residenciais em fevereiro foi de 29,8%, cerca de nove pontos percentuais acima do índice de janeiro deste ano, de 20,6%. Ou seja, foram locados 29,8% dos imóveis disponíveis na capital paranaense.

Entre os imóveis que tiveram os maiores índices LSO estão apartamentos de um dormitório, com 45,6%, apartamentos com dois dormitórios, 37,9%, e kitinetes, com 37%. “Este é um número que reflete a grande procura por locação, principalmente por estudantes vindos de outras regiões do Paraná e também de outros Estados”, explica o diretor do Secovi-PR, Lino Moser.

Em relação ao preço de oferta, os valores de locação de imóveis residenciais tiveram variação média de 1,55% em fevereiro em relação a janeiro. “Para quem procura por um bom investimento, o imóvel mantém maior estabilidade do que outros setores, principalmente neste momento em que ainda há reflexos da crise”, completa Moser.

Os imóveis que tiveram maior valorização de janeiro para fevereiro no preço de oferta para locação foram as residências em alvenaria com um dormitório (8,05%) e residências em alvenaria com dois dormitórios (4,51%). Mas, nos últimos doze meses, a variação no valor de locação de imóveis em Curitiba foi de 14,4% comparado com o mesmo período anterior.

Imóveis Comerciais
Na área comercial, o LSO em fevereiro foi de 8,7%, cerca de três pontos percentuais acima do índice de janeiro de 2009 (5,9%). Nos últimos doze meses, a variação percentual deste índice não foi significativa. De março de 2008 a fevereiro de 2009 o LSO foi de 9,2%, já o mesmo período anterior registrou 8,6%. “Mesmo sendo um mês atípico, fevereiro demonstrou que houve muito investimento por parte de empresários na locação de imóveis. A dificuldade de permanecer no emprego pode ser um indicador. Ou seja, muitas pessoas podem estar abrindo o próprio negócio”. A grande procura fez com que o valor dos imóveis comerciais também tivesse variação. A média no preço da oferta para locação em fevereiro foi de 1,80% em relação a janeiro. Nos últimos 12 meses, esta variação foi de 13,04%.

Fonte: www.lidemultimidia.com.br

Jornalista responsável – Altair Santos MTB 2330 – Tempestade Comunicação



Tags:
Leia também: