Elétrica comemora 10 anos sem acidentes

Elétrica comemora 10 anos sem acidentes

Elétrica comemora 10 anos sem acidentes 150 150 Cimento Itambé

Treinamento, conscientização e empenho pessoal fizeram com que os Índices permanecessem zerados por tanto tempo

Créditos: Rosemeri Ribeiro – Assessora de Comunicação

Os últimos 10 anos foram de muito aprendizado e desafio diário para os funcionários da Manutenção Elétrica da Itambé. Desde 18 de agosto de 1998 que nenhum deles se envolve em acidentes de trabalho. “Esta comemoração não é apenas nossa, mas da empresa inteira, que conseguiu mudar seu padrão de segurança e disseminá-lo para todos os departamentos”, avalia Dionísio da Veiga Neto, Gerente da Elétrica.

Além de todos os investimentos em segurança feitos pela empresa, para Dionísio uma coisa que tem ajudado bastante são as reuniões diárias de segurança, durante as quais são lidos os relatórios de todos os trabalhos realizados no dia anterior. “Nesses momentos sempre aparecem comentários sobre segurança. No DDS, realizado às terças e quintas-feiras, sempre um funcionário é escolhido para trazer um assunto que será discutido com o restante do grupo”, explica. Essas informações podem ser sobre saúde, meio ambiente ou segurança, tanto no trabalho quanto em outro lugar.

Com os melhores índices de segurança na história da Itambé, é interessante ver o cuidado que um colega tem com o outro. Antonio Carlos Valomin, que trabalha na Elétrica há 18 anos, conta que dia desses foi repreendido por um colega bem mais novo por estar em atitude insegura. “Foram essa cumplicidade, companheirismo e policiamento que nos fizeram chegar à marca de 10 anos”, lembra. Carlos Roberto de Brito, na Itambé há 14 anos, concorda: “como sou um dos mais antigos na Elétrica, acompanhei toda essa transição no departamento. É importante essa consciência do pessoal mais novo, pois, às vezes, os mais antigos ainda carregam alguns vícios que não cabem mais na nossa rotina diária”. E é justamente esta união que colabora com os resultados.

Há apenas alguns dias Alan Fábio Iavolski se juntou ao grupo, mas já faz coro para os colegas: “estou entrando numa época importante e quero fazer a minha parte para essa marca crescer”, opina. Para Mauro Bugmann, na Elétrica há seis anos, mais importante que comemorar é a postura a ser adotada daqui pra frente. “Claro que esta marca é importante, mas temos que nos atentar aos detalhes do dia-a-dia. Mesmo quando o risco não é grande, é o detalhe que faz a diferença. Se amanhã acontecer algum acidente, esse recorde acaba”. Isola. Bate na madeira três vezes!

O pessoal da Segurança do trabalho também comemora o índice com a Elétrica. Ronaldo Bicalho destaca que segurança é sempre uma conquista diária. “Nós que acompanhamos, também ficamos felizes”, diz. Amilton Kuraz complementa: “embora a atividade seja extremamente perigosa, percebemos que sabem o que estão fazendo. Esta é uma equipe madura e consciente”, finaliza.

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil