Desjoyaux renova tecnologia de piscinas no Brasil

Construção das piscinas utiliza formas para receber o concreto, eliminando riscos de fissuras e infiltrações na estrutura

Desjoyaux renova tecnologia de piscinas no Brasil

Desjoyaux renova tecnologia de piscinas no Brasil 859 565 Cimento Itambé

Grupo francês é líder mundial no segmento e, através de sistemas inovadores de construção, viabiliza 14 mil obras em concreto armado por ano

Por: Altair Santos

A construção de uma piscina convencional em concreto armado leva em torno de 45 a 60 dias. Não contente com a demora na conclusão deste tipo de obra, Jean Desjoyaux (pronuncia-se Dejoaiô) desenvolveu uma tecnologia inovadora no segmento. Resultado: o grupo francês Desjoyaux, fundado em 1966, é hoje o maior fabricante de piscinas em concreto no mundo. São 14 mil unidades por ano, mas com potencial de atingir 25 mil.

Construção das piscinas utiliza formas para receber o concreto, eliminando riscos de fissuras e infiltrações na estrutura

O que faz a Desjoyaux dominar o setor é o investimento em tecnologia. A empresa patenteou dois sistemas. Um dispensa as tubulações enterradas e o risco de vazamento pela rede hidráulica. Para isso, foi desenvolvido um equipamento compacto de filtragem que é acoplado à piscina, eliminando a casa de máquinas. Outro método é o da concretagem com formas de polipropileno, que são fixadas ao radier e incorporadas à estrutura.

Segundo o diretor da Desjoyaux Piscinas do Brasil, Pierre Graziotin, o sistema permite construir piscinas monolíticas e autoportantes, que, ao contrário das fabricadas pelo método convencional, se tornam mais resistentes à movimentação do terreno. “Para resolver problemas de trincas, o concreto é isolado do revestimento pelas formas de polipropileno. Elas são montadas e preenchidas com concreto dosado em central, cujo aditivo permite a desforma em 24 horas. Isso faz com que nossa piscina fique pronta em sete dias”, explica.

Outra solução que evita rachaduras e fissuras no revestimento está na ausência de pastilhas nos equipamentos Desjoyaux. “Usa-se uma espécie de revestimento vinílico impermeável, chamado de PVC armado. Trata-se de uma matéria plástica com espessura de 1,5 milímetros, agregada a uma fibra especial, e que impede que o produto vinilíco ganhe elasticidade. O material impermeabiliza e dá estanqueidade à piscina”, afirma Pierre Graziotin.

Pierre Graziotin: Curitiba é a primeira cidade do Brasil a receber uma revenda autorizada da Desjoyaux

Piso cimentício atérmico

O grupo francês constrói piscinas de qualquer tamanho e qualquer formato. Tudo depende do terreno. Normalmente, a empresa deixa a cargo do dono da área o estudo geológico e as escavações para a instalação do equipamento. Caso o cliente não queira se preocupar com esta etapa da obra, a empresa tem parceiros que prestam o serviço.

A Desjoyaux utiliza o concreto não só em sua estrutura, mas também como elemento de decoração. O revestimento no entorno é à base de piso cimentício atérmico. Ele impede a formação de “ilhas de calor” em volta da piscina. “Esse piso cimentício tem desempenho atérmico, por causa de uma tinta especial misturada junto ao concreto no momento da fabricação. Isso faz com que o nível de absorção do calor fique abaixo de 40%. Além de atérmico, ele é antiderrapante”, revela Pierre Graziotin.
Curitiba é a primeira cidade do Brasil a ter uma revenda autorizada da Desjoyaux. Instalada em outubro de 2011, ela faz parte da cadeia de 500 lojas presentes em 80 países. Na França, país-sede da multinacional das piscinas, há 160 revendas, que vendem 8 mil equipamentos por ano. Isso torna a Desjoyaux a segunda empresa com ativos mais valorizados na Bolsa de Paris.

Revestimento externo das piscinas Desjoyaux utiliza piso cimentício atérmico

Toda a tecnologia da empresa é desenvolvida no centro de pesquisa localizado em Saint-Étienne. Lá são formados engenheiros civis especializados em construção de piscinas. Eles aprimoram o sistema da Desjoyaux e qualificam a mão de obra, em um treinamento com nove módulos. O procedimento de montagem do equipamento obedece a um kit de instalação enviado para todas as lojas do grupo francês.

Entrevistado
Administrador de empresas e especialista em comércio internacional Pierre Graziotin, diretor da Desjoyaux Piscinas do Brasil
Contato: graziotinp@desjoyaux.com.br

Crédito Fotos: Divulgação/Cia. Cimento Itambé

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil