Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Construção civil projeta PIB alto em 2010

Mercado Imobiliário 17 de março de 2010

É o que revela a 42.ª sondagem trimestral do setor, realizada pelo SindusCon-SP com empresas de todo o país

O PIB (Produto Interno Bruto) da construção civil deverá crescer 8,8% em 2010. As previsões são do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo), com base na 42.ª Sondagem Nacional da Indústria da Construção Civil, que o organismo realiza trimestralmente, e cujos dados mais recentes serão divulgados no final de março.

Eduardo Zaidan

Através do diretor de economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan, o Itambé Empresarial conseguiu antecipar algumas informações. Entre elas, a consolidação de expectativas projetadas na 41.ª sondagem, como a forte a percepção de que o crédito imobiliário crescerá e que boa parte dos empreendimentos será voltada para as famílias de média e de baixa renda. Os investimentos imobiliários deverão passar de R$ 170 bilhões em 2009 para R$ 202 bilhões em 2010, prevê o estudo.

Há, adicionalmente, um sentimento geral de que os investimentos em infraestrutura terão maior vigor neste ano. Além disso, a percepção dos empresários do setor é de que em 2010 os efeitos de eventos como Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas Rio 2016 já comecem a ser sentidos. “A construção civil vive de investimentos. Nestes eventos, cerca da metade dos investimentos que serão feitos na economia brasileira passarão pelas mãos do setor. Estádios, alojamentos, estradas, aeroportos, hotéis, telecomunicações, enfim, tudo o que será necessário fazer para esses dois grandes espetáculos terão grande influência no nível de atividade da construção civil”, disse Eduardo Zaidan.

O impacto desta expansão deverá se refletir em novo aumento no nível de emprego na construção civil. “A expectativa é de que os postos de trabalho com carteira assinada no setor cresçam 8% em 2010. Isto significa que deveremos chegar a cerca de 2,4 milhões de empregos formais no ano que vem”, avalia Zaidan, acrescentando: “Os empresários mostram-se satisfeitos com o desempenho atual das construtoras e revelam uma expectativa futura ainda melhor”.

Referência

A Sondagem Nacional da Indústria da Construção Civil, realizada pelo SindusCon-SP, é uma referência para o setor. Realizada trimestralmente, desde 1999, ela ouve, em média, 300 empresas de todo o país a cada consulta. Nesta 42.ª edição, foram incluídas perguntas sobre insumos, mão de obra, desempenho passado, futuro e percepção de inflação. As construtoras de pequeno e médio porte são as que mais participam da pesquisa.

Entrevistado: Eduardo Zaidan, diretor de economia do SindusCon-SP.
Email: ezaidan@sindusconsp.com.br

Vogg Branded Content – Jornalista responsável Altair Santos MTB 2330



Tags:
Leia também: