Conpasul comemora 30 anos, de olho no futuro

Na Conpasul, a tecnologia está presente também nos equipamentos que entregam o concreto ao cliente

Conpasul comemora 30 anos, de olho no futuro

Conpasul comemora 30 anos, de olho no futuro 1024 682 Cimento Itambé

Empresa começou como unidade de britagem e hoje conta com portfólio que vai de concreteiras a usinas de asfalto, todo ele instalado no Rio Grande do Sul

Por: Altair Santos

O município de Estrela, no Rio Grande do Sul, viu nascer, em 1984, uma das principais indústrias da cadeia produtiva da construção civil na região sul do país. Há 30 anos era fundada a Conpasul, que nestas três décadas só faz crescer. A empresa surgiu como uma unidade de britagem, mas logo foi descobrindo novos nichos de mercado, passando a atuar na produção de concreto e asfalto para pavimentação.

Nilto Scapin, junto com Olivar Basso, outro sócio da Conpasul: planejamento estratégico impulsiona a empresa nestes 30 anos

Hoje, o portfólio da Conpasul engloba, além da matriz, 11 filiais instaladas estrategicamente no estado gaúcho. “São 30 anos de muito trabalho, prospecção, estudos e investimentos. Nossas conquistas são fruto de uma filosofia que prima pela qualidade, garantida pelo empenho dos nossos funcionários e utilização de tecnologia de ponta, que garante a excelência em nossos produtos e serviços”, revela Nilto Scapin, sócio-administrativo do grupo Conpasul.

Estratégia é a palavra que move a Conpasul. A empresa atua com conceitos bem enraizados de planejamento e o objetivo é definir metas a partir da perspectiva do cliente, o que gera novos processos internos de desenvolvimento e inovação. Essa filosofia resultou, por exemplo, em um dos mais completos centros tecnológicos do Rio Grande do Sul em pesquisa do concreto. Nele, são desenvolvidas soluções com as características especiais solicitadas pelo cliente, como resistência do concreto e granulometria da brita. Além disso, a Conpasul prioriza a qualidade do material fornecido pelos seus parceiros, entre os quais está a Cia. de Cimento Itambé. “O CT (Centro Tecnológico) oportuniza um crescimento e acúmulo de experiência em tecnologias voltadas à sua área de atuação. Além disso, leva o que há de mais moderno em tecnologia de concreto e asfalto aos clientes”, referenda Nilto Scapin.

Na Conpasul, a tecnologia está presente também nos equipamentos que entregam o concreto ao cliente

O concreto representa 37% do faturamento da empresa, enquanto a pavimentação asfáltica tem fatia de 55% e a britagem 8%. No que se refere à produção de concreto, as centrais dosadoras da Conpasul dispõem do que há de mais moderno em termos de automação. São sistemas que fazem um rigoroso controle da fabricação e da entrega do produto. Além disso, há intensa preocupação com a obediência às normas técnicas vigentes e com a fase de concretagem. A companhia dispõe de frota que pode transportar até 10 m³ de concreto por viagem e conta com modernas bombas de concreto para atender a necessidade de todos os tipos de obras. “O desenvolvimento de nossos produtos e serviços proporciona maior durabilidade e resistência dos materiais, redução de custos nos processos produtivos dos clientes e aumento significativo da qualidade”, diz Scapin.

Ações socioambientais

Para produzir, a Conpasul tem também a preocupação em cuidar. Por isso, está sempre agregando tecnologias que ajudam a preservar o meio ambiente. A empresa atua em ações de reflorestamento, produção de asfalto ecológico – que utiliza a reciclagem de pneus -, além da instalação de equipamentos em suas unidades que permitem reduzir a emissão de poluentes. A Conpasul também faz o reaproveitamento da água proveniente do processo de lavagem dos equipamentos e instalações industriais, reutilizando-a na produção do concreto. “Atualmente, o reflorestamento das áreas exploradas pela empresa tem recebido atenção especial, mediante a realização de ações como a recomposição de áreas mineradas com o plantio de árvores e gramíneas”, completa Nilto Scapin.

Outra prioridade na empresa é com o relacionamento com seus colaboradores, clientes e com a população das cidades onde operam sua matriz e suas filiais. Por isso, a Conpasul patrocina uma série de iniciativas nas áreas de marketing, educação e esporte. Especificamente na gestão de pessoas, a Conpasul foi mais uma vez inovadora, como revela o sócio-administrativo do grupo. “Implementamos um sistema de treinamento que aproveita os dias de chuva, já que nossos negócios são impactados diretamente pelas condições climáticas. Transformamos essa adversidade em oportunidade”, finaliza Scapin.

Entrevistado
Nilto Scapin, sócio-administrativo do grupo Conpasul
Contato
conpasul@conpasul.com.br

Créditos Fotos: Divulgação/Conpasul

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil