Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Concreto entra em casa pelas mãos do artesanato

Área Técnica, Gestão, Inovação, Mercado da Construção, Sobre Cimento, Sobre Concreto, Tendências construtivas 5 de janeiro de 2017

Material oferece releitura para objetos de decoração, ganha adesão de arquitetos e também do público fã do “faça você mesmo”

Por: Altair Santos

Luminária de concreto substitui materiais tradicionais na decoração de interior

Luminária de concreto substitui materiais tradicionais na decoração de interior

Caixas para presente, vasos, casinhas para pets, tampos para mesas, abajures, luminárias, porta-retratos… Esses itens de decoração estão ganhando uma releitura, através do concreto. O uso do material ganha adeptos entre os fãs do “faça você mesmo” (do-it-yourself). As peças criadas usam fôrmas criativas, como as feitas com peças de Lego, e utilizam concreto não-estrutural. São a prova de que a versatilidade dos artefatos à base de cimento ajuda a reinventar objetos.

Esses elementos artesanais vêm ganhando adesão dos arquitetos de interior, por possibilitar várias opções geométricas e por dar novo estilo não somente a peças decorativas, mas a utensílios que são usados no dia a dia de uma casa – incluindo aqueles indispensáveis na cozinha, como escorredores de prato, tampos para pias, suportes para acomodar temperos e banquetas.

Para o designer e arquiteto norte-americano Ben Uyeda, que dissemina a ideia de produzir objetos a partir do concreto, o objetivo é mostrar que a decoração pode ser acessível e sustentável. Professor da Universidade de Northeastern, Uyeda explica que a opção pelo concreto nasceu do desejo de construir objetos que atendessem cinco requisitos básicos: ser acessível, ser durável, ser barato, ser reciclável e ser despojado. “O concreto resume este conjunto de ideias”, afirma.

Vaso de concreto: serve tanto para ambientes internos quanto externos

Vaso de concreto: serve tanto para ambientes internos quanto externos

O designer-arquiteto, que largou um bem-sucedido escritório de arquitetura nos Estados Unidos para se dedicar a esse projeto, avalia que o conceito não é apenas introduzir ideias sobre a aquisição de objetos, mas ensinar a gerenciar recursos. “Mostramos que objetos robustos, feitos a partir de concreto e madeira reciclável podem durar mais e custar mais barato que os artefatos que utilizam plástico, por exemplo”, garante.

Em seus projetos de decoração, Ben Uyeda não para de criar. “Esse é o desafio: sempre ter ideias novas. É também importante deixar claro o conceito artesanal. Quando uso o concreto como base para boa parte dos objetos, quero também passar a mensagem de que aquela criação não vai ficar pronta em minutos ou horas. O resultado vem após dias, semanas. O que quero é inspirar e incentivar as pessoas a criar”, diz.

 

Casinha para pet: versatilidade do concreto reinventa objetos

Casinha para pet: versatilidade do concreto reinventa objetos

Ao ensinar a fabricar objetos através de um canal no Youtube batizado de HomeMadeModern, Ben Uyeda passou a integrar um programa global chamado de TEDx. A organização tem como missão a seguinte frase: “Ideias que valem a pena divulgar”. Através de palestras que acontecem em todo o mundo, a TEDx divulga boas práticas que ajudam a melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Veja alguns objetos feitos com criatividade e concreto:
www.youtube.com/user/HomeMadeModern

 

 

 

Entrevistado
Designer-arquiteto Ben Uyeda, criador do HomeMadeModern

Contatos
info@homemade-modern.com
@benuyeda

Crédito Fotos: Youtube

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também:

1 Comentário