Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Bairro de Curitiba vai ganhar um jardim vertical com plantas nativas

Construção Sustentável 6 de maio de 2008

O bairro Campina do Siqueira, em Curitiba, vai ganhar um jardim vertical de plantas nativas, com aproximadamente 12 metros de altura.

A torre que terá a vegetação está sendo construída no largo Antonio Bordin, no cruzamento das ruas Mário Tourinho e Padre Agostinho. De acordo com o secretário municipal do Meio Ambiente, José Andreguetto, o objetivo é prestar uma homenagem à biodiversidade urbana.

“O jardim vertical mostrará também que é possível, mesmo em pequenos espaços, contribuir com o meio ambiente”, afirmou Andreguetto à agência municipal de notícias. A torre tem base triangular de três metros e está sendo construída em aço e concreto. As floreiras serão encaixadas nas prateleiras da torre formando jardins aéreos.

Funcionários já começaram o trabalho do jardim vertical

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, as floreiras serão compostas por cerca de mil plantas de 15 espécies nativas, de tamanhos, formas e cores diferentes, como helicônicas, espiga dourada, cipó de São João e peixinho. A torre será em cimento vazado para que trepadeiras e outras plantas envolvam totalmente a obra.

A expectativa de técnicos da Secretaria do Meio Ambiente é de que a torre sirva de abrigo para pássaros e outros animais. “Será como um condomínio de plantas com outros animais ligados a elas, favorecendo a biodiversidade urbana”, definiu Andreguetto.

A torre será protegida em volta por um espelho d’água com fontes. O mesmo sistema hidráulico do espelho servirá para irrigar os jardins. A revitalização do largo está sendo feita pelo grupo empresarial Barigüi e o jardim foi projetado pelo arquiteto Fernando Canalli.

Fonte: Gazeta do Povo

Créditos: Engº. Alessandro Koliski – Assessor Técnico Comercial Itambé



Tags:
Leia também: