A importância do design

A importância do design

A importância do design 150 150 Cimento Itambé

O design como fator de diferenciação de mercado e construção da marca

Para esclarecer alguns pontos sobre a importância do design fizemos uma entrevista com Caio Camargo*.

IE – Qual a influência do design do produto?
Caio Camargo – O design do produto dentro do ponto de venda pode influenciar a visibilidade e dar destaque dentre os concorrentes da mesma categoria. Neste caso, um bom design de embalagem pode ser crucial para as vendas. Uma embalagem que crie forte identidade e grande destaque dentro da gôndola pode ser a isca essencial para impulsionar o consumidor.
Caso o produto seja revolucionário, e não evolucionário, ele só terá sucesso no ponto de venda se, de alguma maneira, conseguir educar o consumidor sobre suas vantagens e benefícios, frente aos produtos que ele conhece.

IE – Qual a importância do design para as empresas?
Caio Camargo – O design hoje não é utilizado somente em produtos voltados ao segmento de luxo, mas já está consolidado e permeado entre os de uso comum. Ele pode funcionar como fator de diferenciação de mercado e, atualmente, é considerado essencial para construção da marca. Existem empresas e produtos que são facilmente reconhecidos pelo design de produto que oferecem.

IE – Qual a importância do designer na gestão?
Caio Camargo – Um bom designer é essencial para a concepção (desenho) do produto, a criação do conceito, o porquê do produto possuir determinada forma, determinado material, determinada cor.
Mais do que formas inusitadas, o designer viabiliza, para a empresa, a criação de produtos adequados às necessidades do mercado, com elaboração refinada.

IE – Qual é o risco de se fazer um produto, ou uma peça, sem um bom design?
Caio Camargo – Design é diferencial de mercado, e deve ser sempre levado em consideração. Produtos bem desenhados caem na moda, ganham simpatia do consumidor, e podem virar mania de mercado.
Produtos com qualidade sempre terão lugar no mercado, entretanto, sempre há o risco de aparecer um produto “mais bonitinho” ao consumidor. Existem casos em que apenas o design diferenciado já ganha dos concorrentes, mesmo que eles tenham outros atributos melhores.

IE – Como a empresa pode usar (ou utilizar) bem um design? (de forma estratégica)
Caio Camargo – Adequando a forma às necessidades de seus clientes ou consumidores. Design sem necessidade é peça de decoração. O design não cria necessidades, mas pode se alimentar delas para oferecer bons produtos.

IE – O design garante a sobrevivência de um produto?
Caio Camargo – O que garante a sobrevivência do produto é a constante comunicação com seu público final, seja ele cliente ou consumidor, de modo a estar sempre atendendo às suas necessidades. Quando se torna obsoleto, não existe design que crie sobrevida.

*Caio Camargo é arquiteto pela Universidade São Marcos (2000) e pós-graduado (MBA) em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (2005). Com cerca de 10 anos de experiência em varejo, trabalhou sempre em merchandising e marketing voltado para o varejo em empresas como C&C Casa e Construção, Dicico e Home Center Uemura. Desde 2006 é arquiteto da Candossim & Cabana Arquitetos Associados.
Referência:
Créditos: Caroline Veiga

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil