Jornal britânico elege 10 pontes mais bonitas do mundo

Khaju Bridge: obra com mais de 350 anos continua intacta no Irã

Jornal britânico elege 10 pontes mais bonitas do mundo

Jornal britânico elege 10 pontes mais bonitas do mundo 1024 682 Cimento Itambé

Relação do The Guardian inclui desde obras erguidas no século 12 até construções supermodernas, como a Viaduc de Millau, na França

Por: Altair Santos

O jornal britânico The Guardian listou em uma de suas últimas edições de 2013 as dez pontes que, segundo critérios definidos por jornalistas da publicação, podem ser consideradas as mais bonitas já construídas no mundo. Foram levadas em consideração opiniões de arquitetos e engenheiros civis, além dos desafios para construí-las. A relação inclui desde obras erguidas no século 12, como a Old London Bridge, demolida em 1831, até construções supermodernas, como a Millau Viaduct, na França, considerada a ponte mais alta do mundo. Cada uma das eleitas procurou retratar também a evolução da engenharia e do uso de sistemas construtivos.

As dez eleitas foram as seguintes:

1ª) Old London Bridge
Construídas com pedras, a velha ponte de Londres foi usada de 1176 a 1831, quando ocorreu sua demolição. Ela foi inspirada nas embarcações britânicas e sustentava, além de uma passarela que servia de travessia para pedestres e veículos de tração animal, edificações que eram habitadas normalmente por famílias de comerciantes londrinos.

Old London Bridge: usada de 1176 a 1831, até hoje é considerada uma obra inovadora

2ª) Pontes de raízes
Em Umshiang, no nordeste da Índia, em uma das regiões mais chuvosas do planeta, as pontes são construídas com raízes vivas de árvores. As estruturas podem durar centenas de anos e, apesar de simples, revelam uma engenhosidade que surpreendeu o jurado escolhido para eleger as pontes mais bonitas do mundo.

Pontes de raízes: na Índia, só elas suportam longos períodos de chuva

3ª) Viaduc de Millau
É considerada a ponte mais alta do mundo. Projetada pelo arquiteto inglês Norman Foster e pelo engenheiro francês Michel Virlogeux, tem 343 metros de altura. Foi inaugurada em 2004 e atravessa o rio Tarn, no sudoeste da França. A ponte é estaiada, mas sustentada por sete pilares que medem de 77 metros até 246 metros.

Viaduc de Millau, na França: entre as obras de arte mais perfeitas do planeta

4ª) Punt Da Suransuns
Com um vão de 40 metros, a Punt Da Suransuns atravessa o rio Hinterrhein, na Suíça, e foi construída com placas de granito sustentadas por barras de aço. Exclusiva para pedestres, a ponte foi concluída em 1999 e localiza-se no desfiladeiro Viamala.  Foi projetada pelo engenheiro Conzett Bronzini Gartmann.

Punt Da Suransuns: construída com placas de granito e sustentada por barras de aço

5ª) Ponte Salginatobel
Na Europa, o engenheiro suíço Robert Maillart é considerado um dos pioneiros em técnicas de construção em concreto armado. Por isso, a ponte Salginatobel é uma das obras de arte da engenharia do Velho Continente. Construída em 1930, na Suíça, ela tem um vão livre de 90 metros, sustentada por arcos triarticulados.

Ponte Salginatobel: idealizada por um dos pioneiros em construção de pontes em concreto armado

6ª) Bridge Burlington Northern
Sobre o rio Willamette, perto da cidade de Portland, no Oregon-EUA, a ponte foi construída em 1908 e serve para a travessia de trens. A obra conta com um mecanismo que permite que ela gire sobre um eixo, abrindo caminho para a navegação de grandes embarcações. Construída em aço, ela é sustentada por pilares de concreto armado. Funciona plenamente até hoje.

Bridge Burlington Northern: vão giratório foi inovador no início do século 20

7ª) Ponte Maria Pia
Construída por Gustavo Eiffel, em 1877, a ponte Maria Pia cruza o Douro, na cidade do Porto, em Portugal, sem que haja pilares no leito do rio. Construída toda em estrutura de aço, a obra inspirou o engenheiro francês a projetar a Torre Eiffel, inaugurada em 1889. A Maria Pia conta com um tabuleiro de 352 metros de extensão e encontra-se a uma altura de 61 metros.

Ponte Maria Pia: construída por Gustavo Eiffel, inspirou a Torre Eiffel

8ª) Nanpu Bridge
Construída em 1991, em Shangai, na China, a Nanpu Bridge é mais do que uma ponte estaiada. Inspirada em desenhos animados futuristas, como Os Jetsons, a obra tem um vão livre de 428 metros, que é acessado por quatro rampas circulares. Projetada pelo Instituto de Engenharia de Shangai, a ponte é considerada a 57ª maior ponte estaiada do mundo.

Nanpu Bridge: acessada por quatro rampas e inspirada em desenhos animados

9ª) Aqueduto Pontcysyllte
Construída em 1805 no País de Gales, a ponte tem dupla função. Além de ser um aqueduto serve também de rota para o transporte fluvial de pequenas embarcações. Está construída sobre pilares de alvenaria e suas calhas de ferro fundido utilizam o curso d’água do Canal Llangollen. A obra tem 307 metros de comprimento e 38 metros de altura.

Aqueduto Pontcysyllte: exótica por permitir a travessia de pequenas embarcações

10ª) Khaju Bridge
Construída na província de Isfahan, por volta de 1650, quando o Irã ainda conhecido com Pérsia , a Jhaju Brigde foi eleita pela sua funcionalidade. Além de ponte, ela funciona também como uma eclusa. Suas galerias também abrigam as famosas casas de chá iranianas. A ponte, que funciona até hoje, tem pedras de grande porte como elementos estruturantes.

Khaju Bridge: obra com mais de 350 anos continua intacta no Irã

Crédito Foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil