Conheça as 12 construções mais relevantes de 2017

Museu do Amanhã: prédio economiza 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) anualmente

Conheça as 12 construções mais relevantes de 2017

Conheça as 12 construções mais relevantes de 2017 600 400 Cimento Itambé

Museu do Amanhã está na lista por causa das inovações na busca pela sustentabilidade, enquanto a Bélgica é o país com mais obras premiadas

Por: Altair Santos

Varsóvia ganhou o maior complexo corporativo da Polônia e ajudou a revitalizar parte da cidade

Varsóvia ganhou o maior complexo corporativo da Polônia e ajudou a revitalizar parte da cidade

O MIPIM Awards está para a arquitetura e a engenharia como o Festival de Cannes para o cinema. Coincidentemente, o evento anual acontece em Cannes, na França, e premia as melhores construções em 12 categorias: saúde, hotelaria, logística, prédio verde, prédio corporativo, retrofit, prédio residencial, centro comercial, reurbanização, obra futurista, cidade inteligente e prédio público. A premiação de 2017 ocorreu em março, escolhendo obras que foram concluídas em 2016. O Museu do Amanhã, construído na cidade do Rio de Janeiro, ganhou na categoria prédio verde.

O empreendimento concorreu com a sede da Siemens, em Munique; o edifício residencial 119 Ebury Street, em Londres; e a fábrica da Värtan Bioenergy, em Estocolmo. Ganhou por causa das inovações na busca pela sustentabilidade, como os painéis solares que se movem para rastrear o movimento do sol e maximizar a absorção de energia. A coleta de água da chuva para reutilização e a canalização de água da Baía da Guanabara para abastecer o sistema de ar-condicionado do prédio também foram decisivos para a conquista do prêmio. O Museu do Amanhã economiza anualmente 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) de eletricidade – o suficiente para alimentar mais de 1.200 residências -, além de ser o primeiro museu brasileiro a receber a certificação LEED Gold.

Centro de logística na Bélgica tem fachada verde que serpenteia o prédio e ajuda a equalizar a temperatura

Centro de logística na Bélgica tem fachada verde que serpenteia o prédio e ajuda a equalizar a temperatura

Nas categorias saúde, hotel e logística venceram o hospital psiquiátrico de Slagelse, na Dinamarca; o Maison Albar Hotel Paris Céline, que preservou uma casa de 1866, e o centro de logística da Nike, na Bélgica, cuja principal característica é uma fachada verde com comprimento de 1.300 metros, e que serpenteia a frente do prédio. Por dentro da estrutura passam os dutos do sistema de ar-condicionado do prédio, permitindo que a água irrigue as plantas e, ao mesmo tempo, mantenha equalizada a temperatura do edifício.

Revitalização de áreas abandonadas
A Polônia também foi contemplada com o MIPIM Awards, por causa do Varsóvia Spire, maior complexo de edificações corporativas do país. A obra foi premiada pela arquitetura – são três torres, uma com 220 metros e outras duas com 55 metros cada uma – e pela transformação que causou no centro de Varsóvia. Uma praça entre os três edifícios, com bares, restaurantes e lojas, modernizou a região. Impacto semelhante causou a revitalização de um conjunto de prédios no chamado centro velho de Bruxelas, na Bélgica. Os prédios dos anos 1960 eram repartições públicas do governo belga e foram transformadas em 134 modernos escritórios.

Museu do Amanhã: prédio economiza 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) anualmente

Museu do Amanhã: prédio economiza 9,6 milhões de litros de água e 2.400 megawatts (MW) anualmente

A Bélgica foi o país mais premiado. Ganhou três MIPIM Awards, incluindo o de reurbanização. A obra ocorreu em um espaço de 100 mil m² na região de Flandres, antes ocupado por uma mina de carvão, e que foi transformado em um complexo de edifícios residenciais e centro comercial. Já o prêmio de prédio residencial ficou com a SmartHoming GmbH. Trata-se de seis edifícios na região metropolitana de Berlim, que se aproveitam de várias tecnologias de sustentabilidade. Além disso, carros são proibidos de circular no condomínio. Completam a série de 12 premiações, o centro comercial Victoria Gate, em Leeds, na Inglaterra; o projeto futurista do World Trade Center chinês, em Pequim, e a Biblioteca Estadual de Beyazit, na Turquia.

 

Clique aqui e saiba mais sobre as obras premiadas no MIPIM Awards!

 

Entrevistado
Comitê organizador do MIPIM Awards (via assessoria de comunicação)

Contato
mipim@ing-media.com

Crédito Fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil