Paralisia e falta de contratação de obras, principalmente no setor público, preocupa organismos da construção civil