USP é a 1ª em empregabilidade na América Latina

Universidade se destaca sobre as demais latino-americanas pelas graduações de engenharia da Escola Politécnica

USP é a 1ª em empregabilidade na América Latina

USP é a 1ª em empregabilidade na América Latina 1000 563 Cimento Itambé
USP

Campus da USP na cidade de São Paulo-SP: universidade ocupa 90º lugar em ranking global de empregabilidade. Crédito: George Campos/USP Imagens

A USP (Universidade de São Paulo) é a universidade latino-americana melhor colocada no Global University Employability Ranking 2018, que classifica as 150 instituições de ensino superior que formam os profissionais mais procurados pelos empregadores. No mundo, o topo da lista é ocupado por universidades norte-americanas: a Universidade de Harvard (1º lugar), o Instituto Tecnológico da Califórnia (2º) e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (3º).

O ranking é elaborado pela Times Higher Education (THE), em parceria com a consultoria Emerging, desde 2015.  Para a edição 2018, a pesquisa ouviu cerca de 7 mil diretores de empresas de 22 países. A Universidade de São Paulo ocupa o 90º lugar na lista global. Apenas outras duas escolas latino-americanas aparecem entre as 150: o Instituto Tecnológico de Estudos Superiores de Monterrey (México), no 98º lugar, e a Universidade de Buenos Aires, que ocupa a 141ª colocação.

Foram pesquisadas 250 universidades de 41 países. Outras duas escolas do Brasil apareceram na lista de empregabilidade, entre a 150ª e a 250ª posição. São a Fundação Getúlio Vargas (170ª) e a Universidade de Campinas (239º). A USP se destaca sobre as demais do continente latino-americana pelas graduações de engenharia da Escola Politécnica. Entre as 1.000 melhores escolas de engenharia do mundo, 21 estão no Brasil. As melhores do país continuam sendo a USP e a Unicamp.

Conheça as 5 mais conceituadas universidades pelas empresas globais, e por quê

1. Universidade de Harvard
A Universidade de Harvard é a faculdade mais antiga e possivelmente a mais prestigiada dos Estados Unidos, com uma reputação de admitir e produzir estudantes altamente inteligentes e habilidosos. Mais de 30 chefes de estado são ex-alunos de Harvard e a universidade também possui 48 ganhadores do prêmio Nobel e 48 ganhadores do Pulitzer. Como muitas escolas favorecidas pelos empregadores, Harvard também tem uma longa história PD&I (Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação), além de oferecer atividades extracurriculares, que vão desde atividades esportivas ao empreendedorismo.

2. Instituto de Tecnologia da Califórnia (CalTech)
Não é surpresa que o Instituto de Tecnologia da Califórnia – considerado uma das melhores universidades do mundo – também esteja encabeçando a lista de empregadores internacionais. Os alunos são admitidos com base em fortes habilidades de matemática, ciências e engenharia. Os alunos do CalTech não só aprendem os fundamentos de uma série de disciplinas científicas e de engenharia, mas também aprendem as ferramentas mais inovadoras para abordar alguns dos desafios mais prementes da sociedade. A população estudantil do CalTech é pequena em comparação com outras faculdades – uma das menores do mundo, com pouco mais de 1.000 alunos de graduação e 1.200 pós-graduados. Esta comunidade próxima permite excelentes relações entre tutores e funcionários.

3. Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT)
Além de seus cursos líderes mundiais, o Massachusetts Institute of Technology também oferece programas de aprimoramento de carreira para estudantes universitários e líderes setoriais. Além disso, muitas empresas têm um envolvimento significativo com cursos universitários e pesquisas desenvolvidas no MIT. Alunos, ex-alunos e membros do corpo docente do MIT desempenham papéis-chave em inovações empresariais, incluindo o desenvolvimento de redes avançadas de computadores, a proteção de transações de capital de risco e a biotecnologia.

4. Universidade de Cambridge
A Universidade de Cambridge, no Reino Unido, está entre as melhores e mais prestigiadas universidades do mundo. Sua história remonta ao século 13, quando a universidade foi fundada por estudiosos de Oxford que se refugiaram após conflitos com os habitantes da cidade. Agora, seus graduados são globalmente procurados pelas empresas, valorizados especialmente por seu conhecimento especializado.

5. Universidade de Stanford
Com sua proximidade com o Vale do Silício, a Universidade de Stanford é um bom campo de treinamento para estudantes que buscam ingressar na indústria de tecnologia. Os ex-alunos de Stanford fundaram muitas empresas de sucesso, incluindo Google, Nike, Netflix, Hewlett-Packard, Sun Microsystems, Instagram e Charles Schwab. Os graduados também fundaram organizações sem fins lucrativos, como Kiva e SIRUM.

Entrevistado
Reportagem com base no relatório Global University Employability, da Times Higher Education, sobre as universidades que mais geram empregabilidade no mundo

Contatos
membership@timeshighereducation.com
www.timeshighereducation.com

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil