Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Plaenge especializa-se em selo LEED para indústrias

Construção Sustentável, Sustentabilidade 30 de abril de 2015

Divisão industrial da construtora é referência em viabilizar estruturas com desempenho hídrico e energético, comprometidas com a sustentabilidade

Por: Altair Santos

Pela quarta vez, a Plaenge Industrial obteve a certificação LEED para um de seus empreendimentos. Desta vez, quem foi contemplado com o selo de “prédio verde” foi a fábrica da Coca-Cola, na cidade de Maringá-PR. Isso fez com que a GBC Brasil, que concede a certificação no país, reconheça a construtora como referência no segmento de edificações sustentáveis. Com foco na redução dos custos operacionais e na eficiência energética, a fábrica construída pela empresa alcançou a economia de 64% de água e 21% de energia nos processos industriais. Isso foi resultado direto dos diferenciais sustentáveis aplicados no projeto e na execução da obra.

Equipe da Plaenge: dupla certificação LEED por projetar fábrica-modelo para a Coca Cola

Para a gerente de novos negócios da Plaenge Industrial, Stella Boiça, esse tipo de projeto é o caminho futuro para a engenharia civil. “Conseguir uma certificação LEED é um processo trabalhoso e muito gratificante. O cliente percebe valor na sustentabilidade quando conseguimos mensurar a economia de energia, que se reflete na redução do custo operacional”, diz. A análise é avalizada pelo diretor da Green Building Council Brasil (GBC Brasil), Felipe Faria, que é quem credencia a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) no país. “Algumas construtoras brasileiras destacam-se pelo envolvimento com projetos diferenciais, a fim de obter a certificação internacional. Em matéria de plantas industriais, a Plaenge é, sem dúvida, um dos destaques”, confirma.

A fábrica da Coca-Cola FEMSA Brasil, construída em Maringá, fez com que a Plaenge Industrial recebesse a certificação LEED NC Gold, no que tange a área de escritórios, e LEED NC Silver, na edificação destinada à produção. Isso fez com que a unidade da multinacional, localizada na região noroeste do Paraná, fosse eleita como fábrica-modelo para as demais plantas em operação no país. “A Coca Cola possui um projeto de certificar todas suas indústrias no Brasil. Ela já tem 16 registros entre edificações corporativas e plantas industriais, sendo 9 certificações e 7 empreendimentos em processo. Trata-se da primeira grande corporação a anunciar um projeto audacioso, influenciando positivamente a indústria nacional pela construção sustentável”, revela Felipe Faria.

No Brasil, 235 obras têm selo LEED
A eficiência da unidade construída pela Plaenge Industrial é que estimula a surgirem outras fábricas sustentáveis. A edificação da Coca-Cola FEMSA Brasil em Maringá gera economia energética que equivale ao que consomem 2.700 casas com quatro pessoas, durante o período de um ano. São 5.400.000 kWh, representando uma redução total de 21%. Já a economia de água chega a 26,8 milhões de litros/ano. O projeto agrega características como a captação de água da chuva, telhado verde, 39% de área verde, bicicletário, vaga para carro de baixa emissão, vaga para carona solidária e proteção da radiação solar nas janelas. Os dados foram fornecidos pela GBC Brasil.

Indústria da Coca-Cola, em Maringá: unidade virou referência para a construção de outras fábricas da multinacional pelo mundo afora

Hoje, os selos LEED estão em 235 obras no país, incluindo edificações residenciais (94), comerciais (102) e industriais (39). Há outros 966 projetos em busca da credencial LEED no Brasil. Destes, 191 são plantas industriais. A intensa busca está relacionada às vantagens que uma fábrica ganha ao operar de acordo com princípios de sustentabilidade. Além da comprovada economia de energia e de consumo de água, há também redução nos custos operacionais da edificação, que podem chegar a 85%. Eles vão desde a redução no prêmio do seguro até ao aumento da produtividade nas instalações.

Entrevistados
Advogado Felipe Faria, diretor do Green Building Council Brasil
Engenheira civil Stella Boiça, gerente de novos negócios da Plaenge Industrial

Contatos
s.boiça@plaenge.com.br
ffaria@gbcbrasil.org.br

Créditos Fotos: Divulgação/Plaenge

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330


Leia também: