Lycio Vellozo, da Itambé: propagação do conhecimento é o mais importante.