Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Investimentos e Bolsa de Valores

Finanças, Gestão Estratégica 12 de agosto de 2008

A melhor maneira de investir sem medo

Alessandro Martins

Alessandro Martins

Itambé Empresarial: Qual é a melhor maneira de investir um capital, seja empresarial ou pessoal?

Alessandro Martins: A maneira responsável. Quanto mais responsável melhor. A partir do momento em que você tem a liberdade de fazer o que quiser com seu dinheiro, assume que seus atos sobre ele têm conseqüências. E você é responsável por essas conseqüências. Por isso gosto da Bolsa de Valores. Pois exige um alto grau de comprometimento. Do ponto de vista dos riscos e vantagens, individualmente, e até do ponto de vista dos valores representados pelas empresas que você investe, coletivamente.

Itambé Empresarial: Como funcionam os investimentos em ações empresariais? É arriscado investir em ações?

Alessandro Martins: É muito simples entrar na bolsa. Basta ter uma conta corrente em um banco e, então fazer o cadastro em uma corretora. Com valores a partir de R$ 500 já é possível. Alguns dirão que um valor tão pequeno nem adianta. De fato, considerando a corretagem e outras taxas talvez nem valha a pena, mas já é suficiente para começar a aprender diversas coisas. Depois de molhar os calcanhares talvez você se anime a ir até o joelho e até mais. Quanto a ser arriscado ou não: claro que é arriscado. Muito. Tanto quanto atravessar a rua. Nem por isso as pessoas deixam de atravessar a rua, certo?

Itambé Empresarial: Como acontecem as operações de compra e venda? Existe algum tempo mínimo para ficar com o investimento, depois da compra das ações?

Alessandro Martins: Na teoria existe um tempo entre a compra ou a venda de um ativo e sua efetiva entrega. Na prática, nas corretoras, isso não acontece. Se isso fosse seguido à risca – como em algumas corretoras de bancos – as operações de day-trade (comprar e vender (não necessariamente nessa ordem) um “ativo” no mesmo dia) seriam inviabilizadas.

Itambé Empresarial: O que faz as ações de uma empresa cair ou subir?

Alessandro Martins: Se você procurar todos os motivos, serão tantos que faltará espaço aqui para enumerá-los: os cenários micro e macro-econômicos, o preço do petróleo, a escassez de alguma matéria-prima, o excesso dela, as medidas do governo, a inflação, os juros, o emprego, o desemprego, os lucros e os prejuízos. São tantos os fatores que ficaria difícil dizer o que faz, efetivamente, o preço de uma ação subir ou descer. Para avaliar todos esses fatores é muito complexo. Na análise técnica, no entanto, costuma-se avaliar apenas os gráficos. Neles todas as notícias e fatos estão descontados. Isto é, está tudo ali já. Então, para simplificar, pode-se dizer que o movimento do preço de uma ação é ocasionado por duas forças contrárias e complementares: a dos compradores e a dos vendedores. A força dos compradores (ou bulls, no jargão), empurra para cima; eles querem que os preços subam, pois estão comprados na ação. A força dos vendedores (ou bears, no jargão), empurra pra baixo, pois eles estão vendidos na ação. Isso para simplificar.

Itambé Empresarial: O que é bolsa de valores? Como saber a hora certa de investir?

Alessandro Martins: São locais que oferecem condições e sistemas necessários para a realização de negociação de compra e venda de títulos e valores mobiliários de forma transparente. Além disso, tem atividade de auto-regulação que visa preservar elevados padrões éticos de negociação, e divulgar as operações executadas com rapidez, amplitude e detalhes. Isto é: são os locais onde são negociadas as ações e outros valores mobiliários. Para saber a hora certa de investir você deve saber várias coisas: o que pretende de seu dinheiro, seus objetivos, conhecer um tipo de análise: fundamentalista, técnica ou outra, definir um plano, saber quando entrar e quando sair.

Itambé Empresarial: Quais são os primeiros passos para investir na bolsa de valores? Como saber quanto investir? Para onde vai o dinheiro?

Alessandro Martins: Primeiro é necessário ter uma conta em uma corretora. Isso é fácil. É só ter uma conta corrente e fazer o cadastro naquela que você escolher. O site da Bovespa lista diversas. Depois você transfere o dinheiro que quer investir – não existe valor mínimo ou máximo – para a conta que você abrirá na corretora. Quando quiser comprar alguma ação basta usar o home broker (para compra e venda de ações via internet) ou ligar para seu corretor. O dinheiro será debitado de sua conta. Se precisar desse dinheiro, basta vender as ações e pedir para que seja feita a transferência do dinheiro para a sua conta no banco.

Itambé Empresarial: Quais os cuidados que se deve tomar antes e depois do investimento?

Alessandro Martins: Primeiro esteja consciente dos riscos e que você é responsável por tudo o que fizer. Depois de investir – digamos na compra de uma ação -, essa responsabilidade é efetiva. Você vai ter que acompanhar a movimentação de seu ativo – com maior ou menor freqüência, dependendo se está operando no curtíssimo, curto, médio ou longo prazo – e tomar decisões sobre isso constantemente.

Itambé Empresarial: Qual a probabilidade de prejuízos?

Alessandro Martins: A probabilidade de prejuízos cresce com o desconhecimento, com a falta de responsabilidade e na medida em que falta a consciência de um gerenciamento de risco.

Itambé Empresarial: Existe algum tipo de imposto ou tarifa para investir na bolsa de valores?

Alessandro Martins: Existe a corretagem que você paga a cada ordem dada à corretora e os emolumentos. Você também paga Imposto de Renda, diferenciado para cada tipo de operação. Para simplificar, você paga Imposto de Renda sobre o lucro a cada mês que suas vendas de ações superarem os R$ 20 mil. Para opções e para day-trade as regras mudam.

* Alessandro Martins é consultor, escritor e Jornalista. Formado em Jornalismo na UFPR em 1998, trabalhou dez anos no Jornal do Estado em Curitiba, como editor do caderno de Cultura. Realiza consultoria externa, para iniciantes e quem deseja informação mais direcionada sobre o assunto. Editor dos blogs: Livros e Afins, Um Investidor Iniciante na Bolsa de Valores, Quero Ter Um Blog, Cracatoa Simplesmente Sumiu e Eu Pratico Yôga.

Confira algumas dicas para ampliar seu conhecimento sobre investimentos:

Dicas de livros:

– A Lógica do Mercado de Ações – John Allen Paulos

Editora: Campus

– Candlestick – Um método para ampliar lucros na Bolsa de Valores – Carlos Alberto Debastiani

Editora: novatec

– Capital Humano – O que é e por que as pessoas investem nele – Thomas O. Davenport

Editora: Nobel

– Cartas a um Jovem Investidor – Gustavo Cerbasi

Editora: Campus

– Como se transformar em i, operador e investidor de sucesso – Alexander Elder

– Estratégia acionária para vencer na bolsa de valores – Rivadavila S. Malheiros

Novatec Editora

– Investindo em Ações – José Godoy, Luiz Gustavo Medina e Marco Antonio Gazel Junior

Editora: Saraiva

– Investimentos Inteligentes – Gustavo Cerbasi

Editora: Thomas Nelson Brasil

– Investindo sem Erro: Dinheiro Protegido, Futuro Garantido – Jose Godoy Gustavo Medina, Marco Antonio Gazel JR.

Editora: Saraiva

Dicas de sites:

www.agenciafinanceira.iol.pt

www.chrinvestor.com

www.dinheirama.com

www.marcocarvalho.com

www.maisdinheiro.com.br

Referência:
Créditos: Alessandro Martins*



Leia também:

2 Comentários