Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Vocação turística impulsiona infraestrutura de SC

Gestão, Infraestrutura, Mercado da Construção, Mercado Imobiliário 4 de dezembro de 2012

Com investimento federal estimado em R$ 5 bilhões, Estado tem 72 grandes obras programadas, algumas já em fase de execução.

Por: Altair Santos

Desde a criação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Santa Catarina é o estado da região sul que mais conseguiu canalizar recursos federais para obras de infraestrutura. Há 72 empreendimentos em fase de projeto ou em etapa de execução programados para as várias regiões catarinenses. Por causa da vocação turística do estado, boa parte destas obras está voltada para rodovias, ferrovias e vias urbanas. Dos R$ 5,16 bilhões de investimentos programados para Santa Catarina até 2017, R$ 3,05 bilhões serão revertidos ao setor de mobilidade.

Perspectiva da ponte estaiada de Laguna: parte do projeto de duplicação da BR-101.

A obra que mais tem recursos assegurados é a que envolve a duplicação da BR-101, no trecho que liga Santa Catarina ao Rio Grande do Sul. São R$ 2,2 bilhões, entre eles R$ 597 milhões para a construção da terceira maior ponte do Brasil – perdendo em extensão apenas para a Rio-Niterói e a do Rio Negro, no Amazonas. Com o canteiro de obras recentemente instalado, o empreendimento deve ficar pronto em 2015. Ligando Florianópolis a Laguna, a obra terá 2.815 metros de comprimento, dos quais 400 metros de vão central serão estaiados, com 60 cabos sustentados por dois mastros de concreto.

As torres terão 50 metros de altura, e cada uma delas sustentará 30 estais (15 de cada lado). Já a estrutura da ponte de Laguna, que quando inaugurada irá se chamar Anita Garibaldi, será construída com aduelas pré-moldadas. O projeto prevê o uso de 500 unidades, cada uma pesando 30 toneladas e medindo quatro metros de comprimento. A cargo de um consórcio que engloba as construtoras Camargo Corrêa, M. Martins e Construbase, estima-se que a obra irá consumir 65 mil toneladas de cimento.

Outros projetos rodoviários relevantes em construção em Santa Catarina, e que também contam com recursos federais, são a via expressa do Porto de Itajaí e as duplicações das rodovias BR-282 (Florianópolis), BR-280 (trecho São Francisco do Sul-Jaraguá do Sul) e BR-470, entre o Porto de Navegantes e Indaial, passando pela BR-101, Gaspar e Blumenau. Esta obra foi dividida em quatro lotes, dos quais dois tiveram editais de licitação publicados em 2012. No trecho 1, que ligará Navegantes à BR-101, previsto para ser licitado em 2013, há estudos da ABCP (Associação Brasileira de Cimento Portland) favoráveis à pavimentação em concreto numa extensão de 20 quilômetros.

O estado também tem recebido um forte investimento em empreendimentos ferroviários. Entre eles, a construção do contorno de São Francisco do Sul, do contorno de Joinville, da ferrovia Litorânea (Imbituba-Araquari) e da ferrovia do Frango (Itajaí-Chapecó). Ainda na parte de obras de mobilidade, está em construção o novo complexo aeroportuário de Florianópolis.

Setor elétrico

Outra grande construção em Santa Catarina é a usina hidrelétrica Garibaldi. A cargo da construtora Triunfo, o empreendimento tem orçamento de R$ 780 milhões. Erguida no rio Canoas, entre os municípios de Abdon Batista e Cerro Negro – a 350 quilômetros de Florianópolis -, a obra terá capacidade instalada de 190 megawatts. A hidrelétrica será construída com laje de concreto compactado a rolo (CCR). A barragem terá 37 metros de altura e 915 metros de largura.

Entrevistado
Departamento Estadual de Infraestrutura de Santa Catarina (Deinfra-SC)
Contato: www.deinfra.sc.gov.br
Créditos foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330


Leia também: