Marco Aurélio Lima, da GfK: comércio de vizinhança é amigo do cliente.