Ekaterinburgo: maior desafio está fora do estádio, nas obras de mobilidade urbana