Treinamento para pôr a mão na massa

Treinamento para pôr a mão na massa

Treinamento para pôr a mão na massa 150 150 Cimento Itambé

Prefeitura do oeste paranaense tem programa inédito de qualificação de mão de obra

Créditos: Engº. Jorge Aoki – Gerente de Assessoria Técnica Itambé e Urbano Antonio Ferri – Assessor Técnico Comercial Itambé

A cidade de Pato Bragado, no Paraná, conta desde setembro de 2007 com um programa para o aperfeiçoamento e melhoria dos serviços prestados pelos trabalhadores da construção civil. O programa Mãos à Obra, instituído pela Lei n.º 937 tem como objetivo ofertar cursos de aprimoramento profissional, incentivar a capacitação, promover a integração e inclusão no mercado de trabalho e promover a melhoria da qualidade de vida do trabalhador.

O programa é coordenado e acompanhado por uma comissão formada por sete membros, distribuídos entre Poder Executivo Municipal, Associação Comercial e Construção Civil. A lei municipal também autorizou a abertura de um crédito no valor de 13 mil reais para cobrir parte das despesas com a contratação dos profissionais que ministraram as aulas teóricas e práticas. Além deste subsídio, diversas empresas da cidade e da região compuseram a parceria, o que permitiu a ausência total de qualquer ônus aos participantes.

Normilda Koehler, prefeita do município, apoiou a iniciativa e sancionou a lei aprovada pela Câmara de Vereadores: “O setor de construção civil é uma classe de extrema importância nessa cidade. São os responsáveis pela edificação das construções, dando forma, beleza e desenvolvimento ao município e com incentivos e instrução podem melhorar tanto a qualidade no trabalho como sua qualidade de vida”, destacou.

O engenheiro civil Jair Marcelino, do setor de engenharia da administração municipal, é o autor do projeto e explica que o programa foi desenvolvido a partir de módulos teóricos e práticos às sextas e sábados (em torno de dois por mês) para cerca de 40 participantes, entre pedreiros e serventes. A parte prática, em andamento, consistirá na construção de duas residências. Uma delas será sorteada ao final do programa em uma promoção da Associação Comercial e a outra será vendida, com a renda dividida entre os participantes do curso que obtiverem 100% de participação nas aulas teóricas e práticas.

Para complementar o treinamento e mostrar na prática este importante insumo da construção, Marcelino solicitou uma visita técnica à fábrica da Itambé, além de uma palestra sobre a utilização dos diversos tipos de cimento produzidos. A palestra será realizada no dia 16 de maio, dentro da quinta edição da Feira de Engenharia, Arquitetura e Construção – FENARC, que será realizada no Centro de Convenções e Eventos de Cascavel, no Paraná. Já a visita, agendada para o dia 12 de junho, será monitorada no programa de visitas à fábrica pela equipe da Assessoria Técnica.

O programa Mãos à Obra demonstra que a integração entre órgão público e iniciativa privada pode render ótimas parcerias, principalmente quando se trata de assistir trabalhadores carentes de qualificação, tendo melhoria nos serviços prestados e na qualidade de vida dos trabalhadores como resultado.

VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil