Cimento Itambé

Portal Itambé
Ligue-nos

Tilt-up e suas múltiplas vantagens

Área Técnica, Inovação, Novas Tecnologias, Sobre Cimento, Sobre Concreto, Tendências construtivas 15 de setembro de 2010

Pré-moldado garante a racionalização construtiva e economia de tempo e custos

Por Michel Mello

Montagem da estrutura Tilt-up com içamento das paredes

O Tilt-up é o sistema construtivo mais amplamente utilizado entre os pré-moldados na América do Norte, chegando a 15 % do total das obras industriais. Esse sistema de pré-moldado é feito a partir de concreto no local da obra. Após nivelar o piso a laser, são moldadas as paredes em concreto em formas horizontais com qualquer desenho de estrutura ou texturas. Podem ser incorporados vãos para portas e janelas e ainda é possível adicionar detalhes técnicos de acabamento. Quando atingem a resistência necessária, as estruturas são içadas por guindastes e colocadas nos blocos das fundações.

No Brasil, essa tecnologia foi importada pela construtora Walter Torres Jr. no ano de 1993, diretamente dos EUA. Essa técnica ainda precisa ser mais bem difundida para ser empregada em escala industrial e, atualmente, apenas cinco construtoras empregam esse método de construção. O sistema apresenta muitas vantagens, entre elas está a grande economia de materiais e mão de obra, além do tempo reduzido de construção.

Esse método de construção surgiu e 1906, nos EUA. Seu nome tem origem na palavra inclinar que em inglês é “tilt”. Ao levantar as paredes pré-moldadas, em concreto armado, é necessário içá-las com a ajuda de guindastes, que a partir da base da construção – piso – levam as paredes pré-moldadas até o seu local definitivo no canteiro de obras. Esse processo todo que é chamado de Tilt-up, e que compreende da fase de concretagem até o levantamento das paredes, tem em média a duração de quatro a cinco semanas.

Racionalização construtiva

As construções em Tilt-up são racionalizadas e proporcionam mais qualidade e agilidade às edificações. Nesse sistema, as paredes são pré-moldadas in loco, a partir de uma base de concreto sobre um piso industrial, que é polido e nivelado a laser. Depois de atingir a resistência necessária, os painéis Tilt-up são alçados até sua posição e escorados.

Após a conclusão da montagem da estrutura, é feito o travamento da porção superior dos painéis. Com isso, são removidas as escoras da fase de montagem.
Esse sistema é totalmente executado no canteiro de obras e emprega a mão de obra local. Daí, não há a incidência de ICMS, IPI ou quaisquer outros custos envolvidos, como, por exemplo, transporte. Isso torna o sistema Tilt-up bastante competitivo, ao ser comparado a outros sistemas pré-fabricados.

Vantagens

Oggi: “Há pouco mais de um século o concreto, como o conhecemos hoje, foi inventado e batizado de "pedra líquida".

Francisco Oggi é consultor e especialista em sistema construtivo Tilt-up no Brasil. Ele destaca as características dos pré-moldados: “as vantagens são inúmeras e, depois de um século de existência, a construção com pré-moldados é altamente competitiva e certas obras seriam impossíveis de serem executadas se não fosse o pré-moldado”, enfatiza Oggi.

• Baixo custo;
• Baixa manutenção;
• Durabilidade;
• Segurança;
• Baixo custo dos seguros; e
• Velocidade na construção.

O consultor destaca que o sistema é indicado para quaisquer tipologias, não há restrição técnica de uso, no entanto, é preciso apenas avaliar as condições e especificações de cada projeto. Atualmente, podem ser construídos prédios de até 30 andares. Mas, a tecnologia de paredes de concreto dosado em central não para por aí. Novidades são criadas diariamente. E nos Estados Unidos existe uma associação responsável pelo desenvolvimento e divulgação do sistema Tilt-up, é a Tilt-Up Concrete Association (TCA).

Oggi acredita que apenas por falta de informação e da acomodação da engenharia brasileira não seja mais utilizado esse sistema. “Nossa engenharia está baseada na ausência total de inovação e de assumir responsabilidades. Estamos passando por um período de crise humanística e o engenheiro está voltado a pilotar planilhas de controle ao invés de praticar engenharia”, lamenta.

Ele também destaca que a evolução dos materiais e processos de produção em Tilt-up. “A tendência é utilizar concretos cada vez mais resistentes e permitir a produção de peças cada vez mais esbeltas, propiciando edificações mais arrojadas e esteticamente mais agradáveis e mais duráveis também”, finaliza.

Entrevistado
Francisco Pedro Oggi
Currículo
– Engenheiro civil pela Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie.
– Curso Tilt-up Técnicas Especiais de Execução pela Tilt-up Concrete Association – TCA/USA.
– Especialização FIB – Master Course – Projeto de Estruturas Pré-Moldadas FIB-ABCIC.
– Curso Projeto e Execução de Estruturas de Concreto pela PINI – São Paulo.
Contato: francisco@emporiodopremoldado.com.br

Jornalista responsável: Silvia Elmor – MTB 4417/18/57 – Vogg Branded Content


Tags:
Leia também:

3 Comentários