Telha de concreto supera tabus e vendas crescem

Telhas de concreto já têm até a coloração das telhas cerâmicas.

Telha de concreto supera tabus e vendas crescem

Telha de concreto supera tabus e vendas crescem 1024 685 Cimento Itambé

Em 10 anos, fábricas triplicaram no Brasil e produto ganhou competitividade e qualidade termoacústica, após revisão da ABNT NBR 13858-2

Por: Altair Santos

A ABNT NBR 13858-2:1997, que definiu novas especificações técnicas para as telhas de concreto, abriu as portas do mercado da construção civil para o produto. Passados 16 anos da publicação da norma, os fabricantes conseguiram superar os tabus que envolviam o artefato cimentício e em algumas regiões do país já conseguem obter maior volume de vendas do que as tradicionais telhas cerâmicas, fabricadas de argila. “Em 2003 havia 53 plantas, e hoje somos cerca de 150. Outro indicador de crescimento é o fato de que temos diversos casos de fabricantes de telha de argila que migraram para o concreto”, explica Idário Fernandes, autor do livro Telhas de concreto – Produção e controle de qualidade.

Idário Fernandes: questões ambientais impulsionam consumidor a comprar telhas de concreto.

Também fabricante, Idário Fernandes enumera os tabus vencidos pelas telhas de concreto para ganhar competitividade perante as telhas cerâmicas. O primeiro deles foi o preço. Com investimento maciço em automação, as fábricas conseguiram produtividade em larga escala. Boa parte das indústrias instaladas no país triplicou a produção, usando o mesmo número de funcionários de 10 anos atrás. “A tecnologia permite fabricar até 50 mil telhas por dia, com cerca de 10 a 12 trabalhadores na linha de produção”, relata o especialista, complementando que a industrialização fez da telha de concreto um produto ambientalmente correto. “A telha cerâmica ainda tem muita produção artesanal, que não cumprem as leis sociais e ambientais”, frisa.

Outro tabu derrubado é o de que as telhas de concreto tinham menor eficiência termoacústica. “É outra barreira superada. O concreto é mais denso do que a argila queimada e, por isso, tem maior poder de transmissão do calor. Porém, o maior responsável pela captação do calor é a cor do produto e não propriamente a sua estrutura. A telha de cimento oferece a opção das cores mais claras, como branco, travertino, creme, areia e pastel. São cores mais frias que a cerâmica e são ideais para regiões de clima quente. Além da questão estética, onde as diversas opções de cores e tons inegavelmente dão mais beleza ao telhado, tem o aspecto técnico, onde o uso de cores mais claras proporciona maior conforto térmico ao usuário”, afirma Idário Fernandes.

Telhas de concreto já têm até a coloração das telhas cerâmicas.

Outra iniciativa dos fabricantes de telhas de concreto para ganhar mercado foi a implantação da assessoria técnica. Atuando junto a engenheiros e arquitetos, a indústria do setor já consegue estar presente em 45% dos empreendimentos de médio e alto padrão construídos nas regiões Sul e Sudeste do país. A próxima barreira a ser vencida é conseguir penetrar no setor das reformas, onde a telha cerâmica ainda detém 92% do mercado. “Em obras simples, onde se compara apenas o preço da peça, e não do metro quadrado coberto ou do telhado pronto, a preferência pela telha de barro, que unitariamente é mais barata, prevalece”, reconhece Idário Fernandes.

 

Equipamentos modernos permitem fabricar 50 mil telhas por dia.

Entrevistado
Idário Fernandes, diretor-técnico da Interblock Arfatos de Cimento
Currículo
– Idário Fernandes é técnico em edificações e engenheiro civil com mais de 30 anos de experiência em produção e controle de qualidade de artefatos de cimento
– Proferiu mais de 250 cursos e palestras no Brasil e Mercosul sobre cimento e concreto
– Publicou diversos artigos técnicos sobre artefatos de cimento em revistas do gênero. É autor dos livros Blocos e pavers e Produção e controle de Qualidade e Telhas de concreto – Produção e controle de qualidade
– Consultor em tecnologia de concreto e sistemas construtivos à base de cimento, com especialidade em blocos, pisos intertravados e outros produtos vibro prensados
– Ocupa o cargo de diretor-técnico da Interblock Arfatos de Cimento
Contatos: www.doutorbloco.com.br / idariof@uol.com.br 
Créditos fotos: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos – MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil