Gustavo Boyde: no Brasil, 25% das reuniões corporativas já são virtuais