Designers inovam e criam relógios de concreto

Mostrador tem 13 milímetros de espessura e usa concreto leve autoadensável

Designers inovam e criam relógios de concreto

Designers inovam e criam relógios de concreto 1024 683 Cimento Itambé

Joia masculina se junta a outros elementos decorativos que passam a utilizar o material para ganhar novo visual e textura

Por: Altair Santos

Aggregate-Watches1

Cada mostrador do AgregatteWatch tem um visual único

O relógio é uma peça que não para de se transformar. Em mais um passo em direção à inovação, designers norte-americanos decidiram incorporar o concreto à joia masculina. O material substitui os mostradores tradicionais e, segundo os designers Jonathan Thai e Mike Yim – criadores dos modelos -, o objetivo foi manter as imperfeições no acabamento, para que nenhum relógio se pareça com outro. “As bolhas que emergem na superfície do concreto, durante a cura, dão detalhes diferenciados aos mostradores”, dizem.

Os criadores da peça já atuaram na área de design industrial e engenharia. Por ter conhecimento de produção de concreto, Mike Yim foi quem projetou usar o material como matéria-prima para o mostrador. A estrutura tem 13 milímetros de espessura e foi fabricada com concreto leve autoadensável (CLAA). Apesar de ter 4,3 centímetros de diâmetro, possui resistência à compressão de 43 MPa. “Quisemos aliar requinte, mas sem deixar a brutalidade do concreto de lado”, explica.

 

Mostrador tem 13 milímetros de espessura e usa concreto leve autoadensável

Mostrador tem 13 milímetros de espessura e usa concreto leve autoadensável

O relógio pesa 90,72 gramas e os designers informam que o sucesso das peças os fazem pensar em produzir novas joias usando o concreto como matéria-prima. “A ideia de experimentar o concreto de maneiras não-convencionais e reinventá-lo em um contexto artístico se mostrou não apenas fascinante, mas despertou o interesse do público”, revelam. O modelo mais barato é vendido ao preço de 129 dólares nos Estados Unidos – cerca de 400 reais. “São peças exclusivas, pois a desforma do concreto faz com que um design seja diferente do outro”, completam.

De joias a objetos do dia a dia
Outros relógios usando concreto já chegaram ao mercado. Porém, utilizam o material como uma moldura em torno do tradicional mostrador de metal ou plástico. A incorporação do betão ao corpo da joia é a inovação do escritório de design Agregatte, que usou o crowdfunding (financiamento coletivo) para viabilizar o projeto. Os primeiros cem relógios produzidos foram presenteados a quem ajudou com recursos na fabricação das peças.

Protetor de smartphone com concreto: designers investem cada vez mais no material

Protetor de smartphone com concreto: designers investem cada vez mais no material

Projetar joias, obras de arte e até roupas usando concreto se tornou prática comum entre designers. O material se incorpora também a objetos do dia a dia, incluindo capas para smartphones, luminárias e peças de decoração com concreto translúcido. Na Austrália, o designer Johannes Kirnbauer desenvolve joias femininas usando o concreto como matéria-prima. Anéis, colares, pulseiras e gargantilhas fazem parte da coleção que agrega o material a pedras preciosas e metais como prata e ouro.

Todos esses artefatos têm um elemento em comum que é misturado ao concreto: o talco industrial. Ele oferece textura e acabamento ao material, além de permitir o molde em fôrmas de silicone, poliuretano e látex, explorando toda a versatilidade do betão. A crescente aplicação do concreto em elementos que não se referem à construção civil também tem despertado o interesse da indústria química, que passou a produzir aditivos específicos para materiais que exigem um acabamento mais refinado e leve.

 

 

Entrevistado
Designers Jonathan Thai e Mike Yim, da Agregatte (via assessoria de comunicação)

Contatos
alexandra@aggregatewatches.com
www.aggregatewatches.com

Crédito Fotos: AgregatteWatch e Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil