Realidade virtual transforma compra de imóvel em game

Óculos 3D coloca comprador dentro da maquete e aposenta unidade decorada

Realidade virtual transforma compra de imóvel em game

Realidade virtual transforma compra de imóvel em game 1000 656 Cimento Itambé

Tecnologia já está disponível e promete revolucionar mercado imobiliário. Porém, especialistas alertam: nada substitui o relacionamento humano

Por: Altair Santos

A tecnologia não para de transformar o mercado imobiliário. Depois da internet e dos aplicativos, chegou a vez da realidade virtual mudar a forma de como o setor se relaciona com o cliente. Agora, não é mais o “apartamento decorado” que define a compra, mas a quantidade de imóveis disponíveis nos óculos 3D. O equipamento promete transformar o sonho da casa própria em videogame.

Óculos 3D coloca comprador dentro da maquete e aposenta unidade decorada

Óculos 3D coloca comprador dentro da maquete e aposenta unidade decorada

Recentemente, no Conecta Imobi 2016 – principal evento de marketing imobiliário do país -, especialistas definiram que, com a realidade virtual, o consumidor não irá apenas comprar um produto. Ele vai querer comprar uma experiência. É o que explica Peter Diamandis – futurista, inovador e autor dos livros Abundance e Bold. “Nos próximos cinco anos, a experiência de compra de um imóvel será completamente diferente do que existe hoje”, afirma. O especialista ainda elenca como o mercado imobiliário irá se relacionar com os clientes nos próximos dez anos, mas alerta: o relacionamento humano continuará existindo e, talvez, fique ainda mais forte entre vendedor e comprador.

As tendências, de acordo com Peter Diamandis, são as seguintes:
– Pesquisas por imóveis serão feitas no conforto da casa do cliente, usando a realidade virtual
– Todas as empresas imobiliárias irão oferecer walk-throughs (passeios) virtuais em 360 graus
– Visita aos imóveis 24 horas por dia
– O público de um vendedor vai abranger compradores do mundo todo
– O corretor será um engenheiro-arquiteto virtual, capaz de mostrar ao cliente todas as etapas de construção do imóvel
– O cliente vai poder decorar o imóvel com a realidade virtual, eliminando o apartamento decorado no estande de vendas
– Também será possível simular mudanças na planta, tirando paredes, mudando pisos e testando cores na pintura
– Com a permissão do cliente, e usando algoritmos de Inteligência Artificial, o óculos 3D vai interpretar o que o usuário gosta e achar o apartamento ideal para cada comprador

Redes sociais
Além disso, as redes sociais estarão conectadas à realidade virtual, como explica Mariana Ferronato, palestrante sobre marketing digital e diretora de marketing do portal VivaReal. “Logicamente, a realidade virtual ainda está longe de dominar o mercado. Contudo, é uma tendência forte. Principalmente, porque o Facebook lançará em breve seu aparelho chamado Oculus Rift. É uma tecnologia de realidade virtual que tem grande potencial para impactar profundamente a visita aos imóveis. Eu já utilizei e afirmo que é sensacional a experiência de usá-lo. Na experiência, me senti dentro do imóvel”, diz.

Nos Estados Unidos, as construtoras de apartamentos luxuosos na região de Nova York já dispõem de vendas por realidade virtual. O país é o que está mais avançado neste tipo de tecnologia, com um grupo de empresas dominando as pesquisas. Entre elas, Vicarious, Google DeepMind, IBM Watson, Facebook, Microsoft Hololens, OTOY e Leap Motion. Os investimentos ultrapassam os bilhões de dólares, e o foco principal é o mercado imobiliário.

Veja vídeo de como funciona a realidade virtual

Entrevistado
Reportagem com base nas palestras realizadas na Conecta Imobi 2016
Contato: contato@conectaimobi.com.br

Crédito Foto: Divulgação

Jornalista responsável: Altair Santos MTB 2330
VEJA TAMBÉM NO MASSA CINZENTA

MANTENHA-SE ATUALIZADO COM O MERCADO

Cadastre-se no e receba o informativo semanal sobre o mercado da construção civil